07 de julho de 2022 Atualizado 00:04

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Região

Quatro pessoas são presas em Santa Bárbara após roubarem uma Hilux

Segundo a polícia, um deles afirmou fazer parte de uma facção criminosa e outro estava foragido da justiça

Por Paula Nacasaki

18 de maio de 2022, às 15h19

Quatro homens foram presos nesta terça-feira (17), em Santa Bárbara d’Oeste, após roubarem uma Hilux em Americana. Segundo a polícia, um deles afirmou fazer parte de uma facção criminosa e outro estava foragido da justiça.

Além da Hilux, ladrões estavam com 200 euros R$ 4 mil e drogas – Foto: 10° BAEP / Divulgação

Segundo consta na ocorrência, policiais do 10º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) foram informados, por volta de 17h, que quatro pessoas em um Gol haviam roubado uma Hilux em Americana e fugido com o veículo.

Com essas informações, os PMs começaram a fazer buscas até que, no Conjunto Habitacional Roberto Romano, em Santa Bárbara, encontraram o Gol utilizado no crime. Ao desembarcarem da viatura, os militares viram quatro suspeitos em frente a um apartamento e os abordaram.

Durante a revista, a polícia encontro com um deles 220 euros, duas folhas de cheques preenchidas além de dois talões com o nome da vítima, oito cartões bancários, um tijolo de maconha e 72 porções do mesmo entorpecente.

Com o outro suspeito, que confessou participação no roubo, encontraram R$ 4.330,00 em dinheiro. Mais R$ 23,55 foram encontrados com um terceiro suspeito.

Todos eles confessaram participação no crime, apontaram onde estava escondida a arma usada no assalto, assim como a localização da Hilux roubada..

Ainda durante o interrogatório, um dos criminosos informou aos PMs que era integrante de uma facção criminosa. Já na pesquisa de antecedentes, os policiais descobriram que um dos envolvidos estava foragido do sistema prisional.

Todos foram levados ao plantão policial de Santa Bárbara, onde receberam voz de prisão em flagrante por roubo, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação ao tráfico.

A caminhonete, assim como o dinheiro e documentos roubados foram todos devolvidos à vítima.

Publicidade