Quadrilha usa passageiros de ônibus como escudos em ataque a banco

Criminosos atacaram com explosivos uma agência da Caixa Econômica Federal na madrugada desta quinta-feira, em Limeira; ninguém ficou ferido


Criminosos usaram os passageiros de um ônibus como escudos humanos durante ataque com explosivos a uma agência da Caixa Econômica Federal, na madrugada desta quinta-feira (11), em Limeira. O ônibus do transporte público do município foi obrigado a parar pelos criminosos e os passageiros, rendidos, tiveram de formar um cordão de isolamento em frente à agência. Apesar dos momentos de terror vividos pelos passageiros, ninguém se feriu. Há uma semana, durante ataque a bancos em Guararema, na Grande São Paulo, houve confronto e 11 suspeitos foram mortos pela polícia.

Foto: Arquivo / O Liberal
Gate foi acionado para detonar explosivo deixado pelos bandidos em agência bancária de Limeira

Em Limeira, cerca de doze homens em três veículos cercaram o banco por volta das 4h. Os criminosos atearam fogo a um carro para bloquear um dos acessos à agência, na região central da cidade. Imagens de câmeras mostram quando um dos suspeitos, encapuzado e armado com fuzil, obriga o motorista do ônibus a parar e manda os passageiros descerem. Eles foram colocados um ao lado do outro na rua, à frente da agência, enquanto o banco era explodido. Em sua maioria, os ocupantes do ônibus eram funcionários da própria empresa que seguiam para o trabalho.

Os criminosos também fizeram disparos de fuzil para o alto na tentativa de evitar a chegada da polícia. Pregos retorcidos, conhecidos como “miguelitos”, foram lançados nas ruas para dificultar eventual perseguição. De acordo com a Polícia Militar, os bandidos usaram dinamite para explodir o cofre, mas não havia informação se teriam levado o dinheiro. Um malote vazio foi achado na agência. O bando fugiu em seguida.

A área foi isolada e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionado para retirar explosivos deixados intactos no banco. Até o início da tarde desta quinta, ninguém tinha sido preso. A Caixa informou que a agência ficará fechada para ser recuperada e, durante o período, os clientes devem se dirigir às demais agências do banco na cidade ou às 17 lotéricas disponíveis.

Mortes

O ataque com explosivos à agência de Limeira é o primeiro no interior, após a morte de 11 suspeitos durante assalto a dois bancos de Guararema, no último dia 4. Na ação anterior, os criminosos foram surpreendidos pela chegada da Polícia Militar e fugiram sem concluir o roubo. A quadrilha já era monitorada pelo Ministério Público Estadual e foi cercada pela PM. Além dos mortos, seis suspeitos de envolvimento nos crimes foram presos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora