09 de agosto de 2022 Atualizado 19:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Região

Próxima semana deve ser a mais quente do mês

Segundo o Cepagri, julho apresenta o maior desvio em relação a média registrada pelo centro nos últimos 30 anos

Por Stela Pires*

23 de julho de 2022, às 08h20 • Última atualização em 23 de julho de 2022, às 08h22

Termômetro marcando 32°C nesta sexta-feira inverno quente - Foto: Marcelo Rocha - Liberal.JPG

A próxima semana, entre os dias 25 e 31, deve ser a mais quente registrada no mês na RMC (Região Metropolitana de Campinas), de acordo com o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). As máximas em Americana podem atingir os 31°C.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O mês de julho tem sido quente se comparado aos anos anteriores, e isso está relacionado a falta de entrada de ar frio. “As frentes frias que tem chegado até o Estado seguem a trajetória litorânea e afetam a faixa costeira, mas afetam muito pouco, ou nada, as demais regiões”, explicou o meteorologista do Cepagri, Bruno Bainy.

Por conta dessa situação, as chuvas também não chegam e as temperaturas não oscilam, ficando estáveis nas máximas.

A alta das temperaturas no mês, que costuma ser o mais frio do ano, é uma anomalia, de acordo com Bruno. Julho apresenta o maior desvio em relação a média registrada pelo centro nos últimos 30 anos. A média de temperatura na região é de 18,9°C. “É um desvio positivo bastante expressivo.”

De acordo com o especialista, as temperaturas devem subir gradativamente até amanhã, e seguem estáveis até a próxima quinta, com máximas de 31°C e mínimas na casa dos 17°C em Americana.

A previsão do CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos) é de máximas de 29°C e 30°C na cidade hoje e amanhã, respectivamente. As máximas a partir de segunda até quinta devem permanecer nos 29°C, com mínimas oscilando entre 14°C e 16°C.

FRIO. Também há indicativos da chegada de uma frente fria na região no próximo final da semana, mas existe um grau elevado de incerteza, de acordo com o meteorologista.

A primeira quinzena de agosto deve seguir com a tendência de temperaturas acima da média. Na segunda, o clima pode ficar dentro da média, em torno dos 20°C.

*Estagiária sob supervisão de Diego Juliani

Publicidade