07 de agosto de 2020 Atualizado 11:20

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Região

Cartórios têm eleitores durante a madrugada e filas para biometria

Para poder votar nas eleições de 2020, eleitores de Hortolândia, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste devem cadastrar a biometria até o início de maio

Por Marina Zanaki

07 jan 2020 às 20:21 • Última atualização 07 jan 2020 às 20:26

O primeiro dia útil de atendimento dos cartórios da RPT (Região do Polo Têxtil) em 2020 foi marcado por eleitores chegando de madrugada e espera de até uma hora e meia para registrar a biometria, obrigatória nas cidades de Hortolândia, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste

Mesmo com a orientação para agendar o atendimento, boa parte dos eleitores que procuraram os cartórios nesta terça-feira (7) não tinha marcado horário.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Agenda de janeiro já está esgotada em Santa Bárbara d’Oeste

O autônomo Rafael Lança chegou por volta das 5 da manhã ao cartório de Santa Bárbara d’Oeste, sem horário agendado.

“Tentei fazer o agendamento pela segunda vez e não consegui, o site fica travado. No ano passado minha mãe veio para tentar pegar senha para mim, porém não conseguiu, estava tendo ‘muvuca’ e tinha esgotado”, declarou o autônomo, lembrando os episódios de confusão que marcaram os últimos dias da biometria em 2019.

A agenda de janeiro em Santa Bárbara está esgotada e os horários de fevereiro ainda não foram liberados. 29 mil eleitores da cidade precisam fazer a biometria.

Auxiliar administrativo do Cartório Eleitoral de Hortolândia, Marlene Passarela Braga estimou que o atendimento para as pessoas sem horário agendado levou até uma hora e meia.

“Abrimos a agenda de horários para janeiro, mas como já lotou, na sexta-feira abrimos para fevereiro, e já tem poucos horários”, disse. A cidade precisa fazer a biometria de mais de 40 mil eleitores.

OCIOSO

Para poder votar nas eleições municipais de 2020, os eleitores desses três municípios têm até o início de maio para regularizar sua situação junto à Justiça Eleitoral. O cadastro eleitoral se encerra 151 dias antes do primeiro turno das eleições.

Cerca de 11 mil eleitores de Nova Odessa ainda precisam fazer a biometria. Chefe do cartório da cidade, Rodrigo Fernandes Gonçalves calcula que o ideal seria atender 130 pessoas por dia até maio. Na contramão das outras cidades, o município teve baixa procura nesta terça – apenas 38 eleitores compareceram.

“Recomendo eleitor que venha com urgência. Quem não vier até maio vai ficar até o final de outubro irregular”, alertou. (colaborou Sabrina Furlan)