06 de julho de 2020 Atualizado 22:20

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Piracicaba

Presos queimam colchões durante tentativa de motim no CDP

Situação foi controlada pelos agentes e não foram feitos reféns; visitas na unidade previstas para o final de semana estão suspensas

Por André Rossi

12 dez 2019 às 20:29 • Última atualização 12 dez 2019 às 20:31

Foto: Reprodução - Google Street View.JPG
Situação foi controlada pelos agentes e não foram feitos reféns

Presos do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Piracicaba queimaram colchões durante uma tentativa de motim no início da tarde desta quinta-feira (12). A situação foi controlada pelos agentes e não foram feitos reféns. As visitas na unidade previstas para o final de semana estão suspensas.

De acordo com informações da SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), os presos solicitaram atendimento para um companheiro de cela que supostamente teria caído do beliche. Quando iniciaram os procedimentos de retirada do homem do pavilhão, os agentes foram ameaçados pelos detentos, que tentaram fazê-los reféns.

Os funcionários conseguiram impedir os detentos e trancaram o pavilhão. Nesse momento, os presos teriam queimado colchões. O número exato de envolvidos na tentativa de motim não foi informado.

O Grupo de Intervenção Rápida foi acionado e fez a contenção, acabando com o tumulto. A SAP afirmou que houve “apenas alguns feridos, porém sem gravidade”. Todos foram atendidos pela equipe de saúde do próprio CDP.

“Os detentos do pavilhão onde aconteceu a ocorrência estão no momento recolhidos e está sendo feita revista na unidade. A visita deste fim de semana está suspensa, para a devida apuração”, disse a secretaria.