Prefeituras disponibilizam WhatsApp para falar sobre o coronavírus

Iniciativa já ocorre em Sumaré, Hortolândia e Nova Odessa e tem o objetivo de esclarecer dúvidas e tranquilizar a população sobre o coronavírus


As prefeituras dos municípios da RPT (Região do Polo Têxtil) estão disponibilizando canais de atendimento exclusivos para que os moradores possam tirar dúvidas e se informar sobre questões referentes à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Sumaré e Hortolândia anunciaram a iniciativa na segunda-feira (16), enquanto Nova Odessa informou na quarta (18) a adoção da medida.

Em Sumaré, desde três números de WhatsApp foram disponibilizados para o atendimento aos munícipes 24 horas por dia, todos os dias da semana. Os moradores podem enviar mensagens para os telefones (19) 98443-0412, (19) 99303-9646 e (19) 99299-9493. Segundo a prefeitura, a medida visa “tranquilizar a população, esclarecer dúvidas e prestar um primeiro atendimento”.

Foto: Pixabay
Três números de WhatsApp foram disponibilizados para atendimento da população de Sumaré

Hortolândia divulgou os números (19) 99976-2434, (19) 99929-8987, (19) 97171-5369, (19) 99976-2498, (19) 99976-2276 e (19) 99920-3204 para o atendimento, que será feito das 7h às 19h, diariamente, inclusive aos sábados e domingos.

Uma ação similar foi adotada pela Prefeitura de Nova Odessa, que disponibilizou o número (19) 99822-9324 para perguntas em mensagens e texto ou áudio. “

Nesse momento, nosso objetivo é deixar as pessoas tranquilas e muito bem informadas em relação ao que está acontecendo na nossa cidade, na região e no país”, afirmou o secretário de Saúde, Vanderlei Cocato.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Americana disse que nos próximos dias deve divulgar a criação de canais para comunicação relacionada ao novo coronavírus (Covid-19) com os moradores.

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste também foi questionada, mas não respondeu até a publicação desta reportagem.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição de número #27 do podcast ‘Além da Capa’ traz a experiência de ex-moradores de Americana que hoje vivem em países onde o novo coronavírus já se alastrou de maneira mais ampla, revelando um pouco mais sobre este problema em crescimento no Brasil. Ouça:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora