03 de julho de 2020 Atualizado 12:58

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

DIG

Polícia prende terceiro suspeito de latrocínio em Artur Nogueira

Uma investigação da DIG de Americana apontou a participação do gesseiro de 36 no crime, ocorrido em Artur Nogueira

Por Leonardo Oliveira

08 abr 2020 às 11:58 • Última atualização 08 abr 2020 às 12:12

A PM (Polícia Militar) prendeu nesta terça-feira um gesseiro de 36 anos suspeito de ter participado de um latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido em 2018, em Artur Nogueira. Outras duas pessoas já haviam sido detidas na última segunda-feira em uma operação da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana.

Foto: DIG/Divulgação
Viaturas da DIG em cumprimento de mandados de prisão na segunda-feira, quando teve início a operação

Contra o homem havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça após a investigação da DIG apontar que ele teria fornecido a arma utilizado no crime. Policiais militares estavam em patrulhamento pela Rua Afonso Faccine, no bairro Sacilotto 2, em Artur Nogueira, quando encontraram o suspeito.

Ele foi levado até a sede da Delegacia de Investigações Gerais de Americana e foi preso na sequência.

O crime

No dia 7 de dezembro de 2018, dois homens chegaram em um bar de Arthur Nogueira em uma moto para praticarem um roubo e tiveram um confronto com o proprietário, que foi baleado e morreu no local. Na fuga, um dos assaltantes foi atingido pelos policiais e faleceu. O outro fugiu.

O caso ficou a cargo da DIG de Americana, que apontou a participação de outras duas pessoas no latrocínio: a esposa do assaltante que morreu teria facilitado o acesso do rapaz a um revólver, enquanto o gesseiro foi quem emprestou a arma.

Na última semana, a corporação deflagrou a Operação Boca de Lata, que cumpriu mandados de prisão e levou à prisão a mulher e o suspeito que havia fugido no dia do crime. Apenas o gesseiro estava foragido, até que foi localizado ontem por policiais em Artur Nogueira.