25 de julho de 2021 Atualizado 19:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

TECNOLOGIA

PMs de Sumaré, Hortolândia e Nova Odessa passam a usar câmeras acopladas ao uniforme

Equipamento grava imagem e áudio e já está em uso pelos policiais militares do 48º BPMI

Por Pedro Heiderich

01 jun 2021 às 19:25 • Última atualização 01 jun 2021 às 19:26

Policiais do 48º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior), que cobre Hortolândia, Nova Odessa, Monte Mor e Sumaré, passaram, a partir desta terça-feira (1º) a usar câmeras acopladas ao uniforme.

O equipamento tem o nome de COP (Câmeras Operacionais Portáteis) e grava automaticamente todas as atividades policiais durante o turno de serviço.

Policiais já foram instruídos e estão usando equipamento – Foto: Divulgação

O Comandante do 48ºBPMI, tenente-coronel Valmir Moreira da Silva, anunciou em nota a chegada dos equipamentos, que têm capacidade para captar som e imagem em tempo real. O conteúdo é armazenado em uma nuvem de dados para acesso remoto das autoridades de segurança e judiciais sempre que necessário.

“As câmeras corporais contribuem decisivamente para fortalecer a produção de provas judiciais durante ocorrências criminais, na coleta de provas de incidentes de violência doméstica e agressões quando os policiais conseguem chegar rápido ao local do chamado”, explica.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo Silva, isto permite que os casos sejam encaminhados à Justiça mesmo sem a manifestação de vontade da vítima. Os registros também garantem os direitos individuais dos cidadãos e preservam a atuação dos policiais, “garantindo transparência e legitimidade às ações da corporação”.

O capitão do 48º BPMI, Reverson Zanetti Marcondes, falou com o LIBERAL e destacou a importância do equipamento. “É mais uma ferramenta importante para auxiliar o policial, proporciona maior segurança, e transparência. Teremos uma prova documental altamente confiável. As gravações impactaram em condenações mais eficazes e economia financeira e de recursos”.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Marcondes revela que os policiais militares do efetivo operacional foram instruídos e já estão utilizando as câmeras.

O capitão diz que outra vantagem é o aprimoramento do treinamento do uso dos equipamentos. “Permitem aferir como os policiais estão aplicando as técnicas e táticas aprendidas nas escolas de formação e cursos de especialização”.

Gosta de descontos? Conheça o Club Class, do LIBERAL

O 19º BPMI, que atende Americana e Santa Bárbara d’Oeste, informou em nota que ainda não recebeu o material e nem tem previsão de chegada. A assessoria de imprensa da PM também não soube informar quando o batalhão receberá as câmeras.

Publicidade