PM prepara rondas ‘diferenciadas’ em escolas consideradas prioritárias

Mapeamento mostra quais locais inspiram maiores cuidados em relação a segurança em Americana e Santa Bárbara d’Oeste


Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal.JPG
Ronda terá planejamento diferenciado

O 19º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior) realizará rondas “diferenciadas” em escolas consideradas prioritárias em termos de segurança nas cidades de cobertura do batalhão, incluindo Americana e Santa Bárbara d’Oeste. A orientação para os policiais da ronda escolar ocorrerá no dia 27 e será colocada em prática a partir de maio.

O planejamento foi definido após a conclusão do mapeamento das unidades de ensino estaduais, municipais e particulares da área de cobertura do 19º, que inclui ainda Arthur Nogueira, Cosmópolis e Engenheiro Coelho.

O foco são as escolas estaduais, prioridade da ronda escolar da PM. As unidades que receberão a operação foram definidas em conjunto com a Diretoria Regional de Ensino de Americana. A PM não informou as escolas.

O LIBERAL teve acesso a parte dos dados coletados em Americana e Santa Bárbara d’Oeste. Os índices relativos a violência dentro da escola, como ameaças a professores ou até mesmo tráfico de drogas nos arredores, não foram divulgados pela PM atendendo a um pedido da direção regional de ensino de Americana.

O mapeamento foi um dos projetos desenvolvidos pelo comandante do 19º BPMI, o tenente-coronel Luiz Horácio Raposo Borges de Moraes, que assumiu o posto em 9 de janeiro. Os questionários foram entregues para as escolas em fevereiro e já houve uma apresentação dos dados para diretoras de Americana e Santa Bárbara, em 22 de março.

“Nas escolas prioritárias nós vamos ter rondas diferenciadas, que serão feitas pela Força Tática e pela Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas). Em cada município (de cobertura) vamos fazer operação semanal em uma escola que for eleita prioritária. Temos três companhias e vamos fazer uma operação por semana”, disse Horácio.

Durante essas operações, a PM vai fechar o acesso do bairro da escola para vistoriar todos os veículos e abordar pessoas que estiverem no entorno da unidade para verificação de documentação. Eventuais comércios na área também serão verificados e, se forem encontradas irregularidades, será elaborado um Raia (Relatório de Averiguação de Incidente Administrativo) para que a prefeitura tome as medidas cabíveis.

“Depois da operação, o oficial vai se dirigir até a escola, preencher o livro da ronda escolar e colocar o resultado da operação: tantos abordados, presos, tantos veículos. (…) Paralelamente falei com os capitães para periodicamente participarem de reuniões com pais e mestres, principalmente nessas (escolas) verificadas com maior problema”, disse o comandante.

DEFINIÇÕES. Segundo a dirigente regional de ensino de Americana, Joseana Caltarossa Moreira, que também responde por Santa Bárbara, as prioritárias são as que, em geral, têm mais alunos. O número de ocorrências também foi levado em consideração.

“No fim acabamos vendo que são as escolas que tem mais alunos, são as maiores da nossa rede, são as que apresentam ali maior número de ocorrência. Tem algumas que por causa de furto de cabo de energia acabaram aparecendo algumas vezes. Nós fizemos um levantamento de quais são essas escolas e ficou acertado com a polícia que eles vão trabalhar na ronda ostensiva e preventiva nas regiões das nossas escolas”, disse Joseana.

A dirigente ressaltou que a parceria com a Ronda Escolar é de “longa data” e classificou a nova iniciativa como “excelente”. Já o comandante disse que um “conjunto de fatores” pesaram na classificação das escolas prioritárias.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!