28 de novembro de 2020 Atualizado 21:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

ELEIÇÕES 2020

Número de ‘novatos’ concorrendo a prefeituras na região será maior em 2020

Dos 31 candidatos a prefeito na RPT, sete disputam eleição pela primeira vez; número de postulantes é o maior dos últimos 24 anos

Por André Rossi

22 set 2020 às 08:08 • Última atualização 22 set 2020 às 08:10

Americana é a cidade com mais postulantes ao cargo de prefeito: nove – Foto: Marcelo Rocha – O Liberal

As cinco cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) contam com 31 candidatos a prefeito para as eleições de novembro. Desse total, sete disputam um cargo eletivo pela primeira vez.

O número de prefeituráveis na região é o maior dos últimos 24 anos. Na eleição de 2016, eram 23 candidatos, o que representa um crescimento de 35% para o pleito deste ano. O número de novatos também aumentou, já que na eleição anterior eram apenas três.

Americana é a cidade com mais postulantes ao cargo de prefeito: nove. É também o maior número de candidatos já registrado na história da cidade. Entre eles, há apenas uma “novata”: a fisioterapeuta Talitha De Nadai (PSD), irmã do prefeito cassado Diego De Nadai (sem partido).

O pleito de 2020 marca ainda a primeira eleição da história de Americana com mulheres concorrendo ao cargo de prefeita. Além de Talitha, a vereadora Maria Giovana Fortunato (PDT) e a ex-vereador Lurdinha Ginetti (PT) completam a lista.

Hortolândia também terá uma eleição histórica pelo mesmo motivo. A professora Eliane Garcia (Psol) é a primeira mulher a disputar o cargo no município.

“O eleitorado de Hortolândia é majoritariamente feminino e quase todas as pautas passam pelas necessidades da mulheres, como a questão de uma educação de qualidade, para que as mulheres possam ter creche em tempo integral”, comentou Eliane, que disputa uma eleição pela primeira vez.

Além dela, existem outros dois novatos entre os oito candidatos a prefeito de Hortolândia: o médico e ex-secretário de Saúde da cidade, Lourenço Zanardi (Pros), e o professor e filósofo Valmir Paz (PT).

Nova Odessa têm sete candidatos, dos quais três disputarão os votos do eleitorado pela primeira vez. Um deles é o médico José Lourenço Jorge Alvarenga, o Dr. Lourenço (PSDB), que é apoiado pelo prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB).

Completam a lista o policial militar da reserva Jackson Candian (Avante) e o advogado Thiago Beroco (PT). O último cita como suas principais motivações para a campanha a “necessidade de alternar o poder político” na cidade e ter um governo que olhe para classe trabalhadora.

“Nova Odessa tem sido governada há quase 20 anos pelo mesmo grupo político e o atual prefeito não representa algo diferente do que estava aí antes dele. Estou falando do governo [Manoel] Samartin. Há necessidade de oxigenação e mudança. É isso que me motiva”, comentou Beroco.

Já Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré não contam com nenhum “debutante”. Cada cidade terá quatro candidatos e todos já disputaram algum cargo eletivo.

OS CANDIDATOS A PREFEITO NA RPT (em negrito, aqueles que concorrem pela primeira vez)

AMERICANA

– Prefeito: Rafael Macris (PSDB)
Vice: Ricardo Molina (Republicanos)

Vereador eleito em 2016.

-Prefeito: Chico Sardelli (PV)
Vice: Odir Demarchi (PL)

Cinco vezes deputado, dos quais três mandatos foram como estadual e dois como federal

– Prefeita: Maria Giovana (PDT)
Vice: Welington Rezende (Patriotas)

Vereadora eleita em 2016. Concorreu para deputada federal em 2018, mas não se elegeu.

– Kim (Solidariedade)
Vice: Kelly França (Solidariedade)

Vereador desde 2000.

– Crivelari (PSL)
Vice: Claudia Leal (PSL)

Vereador entre 2005 e 2012.

– Prefeita: Lurdinha Ginetti (PT)
Vice: Fernando Alvetti (PT)

Vereadora entre 2005 e 2008.

– Prefeito: Adriano de Oliveira (Psol)
Vice: Adriana Abreu (Psol)

Concorreu a vereador em 1996, mas não se elegeu.

– Prefeitura: Talitha De Nadai (PSD)
Vice: Douglas Trindade (PSD)

Fisioterapeuta. Disputa um cargo eletivo pela primeira vez.

– Prefeito: Alfredo Ondas (MDB)
Vice: Erich Hetzl (Podemos)

Vereador eleito em 2016.

HORTOLÂNDIA

– Prefeito: Angelo Perugini (PSD)
Vice: Zezé Gomes (PL)

Prefeito da cidade. Já acumula três mandatos. Deputado estadual entre 2015 e 2016. Vice-prefeito da cidade de 1997 a 2000 e vereador de 1989 a 1992;.

– Prefeito: George Burlandy (PSDB)
Vice: Simone Bettini (DEM)

Verador entre 2001 e 2012.

– Prefeito: Lourenço Zanardi (Pros)
Vice: Marcelo Herdeiro (Pros)

Ex-secretário de Saúde de Hortolândia. Disputa um cargo eletivo pela primeira vez.

– Prefeito: Edivan Campos Albuquerque, o Ceará (Rede)
Vice: Eduardo Ricatto (Patriota)

Vereador desde 2009. Concorreu a deputado estadual em 2012, mas não se elegeu.

– Prefeito: Eliane Garcia (Psol)
Vice: Mario Klettemberg (Psol)

Professora da rede pública. Disputa um cargo eletivo pela primeira vez.

– Prefeito: Valmir Pazé (PT)
Vice: Jaime Moreira (PT)

Professor e filósofo. Disputa um cargo eletivo pela primeira vez.

– Prefeito: Walter Tato (Podemos)
Vice: Sargento Corrêa (Podemos)

Formado em administração e logística. Concorreu a vereador em 2016, mas não se elegeu.


NOVA ODESSA 

– Dr. Lourenço (PSDB)
Vice: Vagner Barilon (PSDB)

Médico. Disputa um cargo eletivo pela primeira vez.

– Prefeito: Dr. Nivaldo (Republicanos)
Vice: Walter Longhi (Cidadania)

Vereador entre 2005 e 2008. Concorreu a vice-prefeito em 2016 na chapa liderada por Zé Mario, mas não se elegeu.

– Prefeito: Jackson Candian (Avante)
Vice: Tenente Secco (Avante)

Policial Militar da reserva. Disputa um cargo eletivo pela primeira vez.

– Prefeito: Leitinho (PSD)
Vice: Mineirinho (PSD)

Vereador desde 2005.

– Prefeito: Professor Bi (MDB)
Vice: Professor Brandão (MDB)

Vereador entre os anos de 2013 e 2016.

– Prefeito: Thiago Beroco (PT)
Vice: Heliton Escorpelli (PCdoB)

Advogado. Disputa um cargo eletivo pela primeira vez.

– Prefeito: Tiago Lobo (PV)
Vice: Doá Camilotti (PV)

Vereador eleito em 2016.

SANTA BÁRBARA D’OESTE

– Prefeito: Rafael Piovezan (PV)
Vice: Felipe Sanches (PDT)

Vice-prefeito eleito em 2016.

– Prefeito: Fabiano Pinguim (Podemos)
Vice: Cabo Dorigon (DEM)

Vereador de 2009 a 2016. Concorreu como vice-prefeito de José Maria de Araújo Júnior, o Zé Maria, em 2016, mas não se elegeu.

– Prefeito: Dr. José (PSD)
Vice: Luiz Alfredo Romano, o Romaninho (Republicanos)

Vereador desde 2013.

– Prefeito: Marcos Fontes (PSL)
Vice: Dr. Adnadar Reis Filho (PSL)

Concorreu a deputado estadual em 2018, mas não se elegeu; ficou como suplente.


SUMARÉ 

– Prefeito: Luiz Alfredo Dalben (Cidadania)
Vice: Henrique do Paraíso (Republicanos)

Atual prefeito da cidade. Vice-prefeito eleito em 2012.

– Décio Marmirolli (PDT)
Vice: Warlei de Faria, o Fininho (PV)

Vereador desde 1997.

– Prefeito: Guilherme Dall’Orto (Patriota)
Vice: Fernanda Carolino das Graças (MDB)

Concorreu a vereador em 2000, mas não se elegeu.

– Roberto Guimarães (PTB)
Vice: Peterson Tadeu de Melo (PTB)

Concorreu como vice-prefeito em 2016 na chapa liderada por Toninho Mineiro, mas não se elegeu.

Publicidade