25 de Maio de 2020 Atualizado 19:59

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Na véspera do Dia das Mães, taxa de isolamento é a menor para um sábado na RPT

Percentual de isolamento social em Americana foi de 47%, apontam dados do governo; Santa Bárbara registrou 46%, Sumaré também teve 47% e Hortolândia ficou com 52%

Por George Aravanis

10 Maio 2020 às 17:47 • Última atualização 10 Maio 2020 às 19:08

Na véspera do Dia das Mães, as quatro cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) cuja movimentação é medida pelo governo estadual – Americana, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré e Hortolândia – registraram a menor taxa de isolamento para um sábado, desde que a quarentena foi anunciada no Estado.

Os dados foram divulgados neste domingo (10) pelo governo estadual. Este foi também o sábado com menor isolamento na média do Estado (50%).

Taxa de isolamento em Americana segue abaixo do mínimo estipulado pelo governo estadual – Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal

Como noticiou neste domingo o LIBERAL, várias lojas de Americana e Santa Bárbara d’Oeste desobedeceram a quarentena e abriram no sábado, com meia porta. Algumas até permitiam a entrada de consumidores, com restrição ao número de pessoas. O Dia das Mães é considerado a segunda melhor data para vendas no comércio, atrás apenas do Natal.

Em Americana, o índice de isolamento social foi de 47%. Até então, o percentual mais baixo observado para um sábado na cidade, desde o começo da quarentena, havia sido de 49%, no dia 18 de abril.

Apesar do número menor em relação aos sábados anteriores, foi a taxa de isolamento mais alta da semana.

Em Santa Bárbara d’Oeste, a adesão foi de 46%; em Sumaré, 47%; e, em Hortolândia, 52% (a única da RPT que ficou acima dos 50%).

Geralmente, o percentual de distanciamento cresce aos sábados e domingos, tanto no Estado quanto na região.

O governo mede os deslocamentos com base nos celulares. Na semana passada, o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, David Uip, defendeu uma taxa de isolamento mínima de 55% para frear o avanço da pandemia.

A restrição ao funcionamento do comércio, que inicialmente venceria neste domingo, foi prorrogada até o dia 31 de maio pelo governador João Doria (PSDB), diante do agravamento da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19). O Estado tem 3.709 mortes, segundo números atualizados às 15h deste domingo. São 45.444 casos confirmados.