Multinacional investe R$ 500 milhões em Piracicaba

Fábrica japonesa de papéis especiais quer ampliar capacidade produtiva em 80%


O grupo japonês Oji Holdings Corporation anunciou nesta terça-feira (5) que fará um investimento de R$ 500 milhões para a empresa Oji Papéis Especiais, de Piracicaba, líder nacional na fabricação de papéis térmicos e autocopiativos.

Segundo a empresa, o aporte focará na produção de papéis usados no varejo em comprovantes fiscais, recibos diversos e no mercado de etiquetas para impressão de código de barras. O investimento aumentará a capacidade produtiva em mais de 80%, saindo da atual capacidade de 80 mil toneladas para 150 mil toneladas.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp

Em comunicado distribuído à imprensa, o grupo japonês informou que o investimento prevê ainda a ampliação do espaço da fábrica para a instalação de uma nova máquina de revestimento de papel, além da modernização da planta.

Foto: Divulgação
Fábrica da Oji em Piracicaba receberá investimento para aumentar capacidade de produção

“A previsão é que a nova capacidade produtiva esteja instalada até dezembro de 2021 e comece a operar no início de 2022”, afirmou a Oji.

Segundo o presidente da OJI Papéis Especiais, Agostinho Monsserrocco, o investimento irá propiciar vantagem competitiva. “A inovação tecnológica possibilitará redução de custo e melhorias na qualidade dos produtos, o que irá viabilizar a entrada em mercados mais exigentes”, destacou, por meio de assessoria de imprensa.

“Ficamos muito satisfeitos com o anúncio do investimento feito pelo presidente do grupo Oji Holdings Corporation, Masatoshi Kaku. Essa novidade traz ótimas perspectivas de desenvolvimento para Piracicaba e região e coloca a cidade no mapa de grandes investimentos do Estado de São Paulo”, afirmou Monsserrocco.

A unidade de Piracicaba foi a primeira indústria no Brasil criada para produzir papel a partir da celulose do bagaço da cana, em 1953.

“De lá, para cá, contínuos investimentos vêm sendo realizados e o anúncio de R$ 500 milhões ajudará a fábrica a aumentar as exportações para países da América Latina e entrar em novos mercados”, diz a empresa.

Com capacidade produtiva de 120 mil toneladas de papel por ano, a empresa é líder nacional do setor de papéis especiais (térmicos e autocopiativos).

Foto: Divulgação
Sede da Oji Papéis, em Piracicaba

O Grupo OJI Holdings Corporation, fundado em 1873 no Japão, tem 35 mil profissionais e atua em quatro continentes com mais de 300 subsidiárias e unidades fabris.

Em 2011, o grupo assumiu o controle da fábrica de papéis especiais de Piracicaba e iniciou suas operações no setor no Brasil.

Ouça o “Além da Capa”, um podcast do LIBERAL

Em 2017, a OJI foi reconhecida na segunda colocação de melhores empresas para trabalhar de Piracicaba e região, pelo instituto Great Place to Work. Já em 2018, se classificou como a 19ª melhor empresa para trabalhar no Brasil, na categoria médias multinacionais, em lista feita pela revista Época Negócios e pelo GPTW.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora