Mulher é morta a marretadas na frente da mãe em Piracicaba

Celise Valentina Domingues, de 32 anos, foi encontrada morta em sua casa e com o rosto deformado; companheiro é o principal suspeito


Uma mulher de 32 anos morreu após ser atingida por golpes de marreta na manhã desta quinta-feira (24), no bairro Vale do Sol, em Piracicaba. O companheiro dela, um corretor de imóveis de 28 anos, foi preso como o principal suspeito pelo crime.

Foto: Letícia Alves/Band Mais
Marreta que foi utilizada no crime

De acordo com o boletim de ocorrência, a cena foi vista pela mãe de Celise Valentina Domingues, a vítima. Ela relatou aos policiais que no momento em que o indiciado atingiu a mulher no rosto com a marreta, fugiu da casa com os filhos do casal e, da residência da vizinha, acionou a PM (Polícia Militar).

Na chegada dos policiais, o suspeito estava na frente da casa, com as roupas cheias de sangue. Questionado, ele disse que não se recordava do que tinha acontecido. A vítima foi encontrada morta em uma área externa do imóvel, ensanguentada e com o rosto deformado. O casal tem dois filhos, de 1 e 3 anos.

Na área de lazer da casa foi achada a marreta, com marcas de sangue. O companheiro da mulher recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) para o registro da ocorrência. O boletim foi registrado como violência doméstica e homicídio qualificado. A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do indiciado.

O sepultamento de Celise está marcado para as 10 horas desta sexta-feira, no Velório do Cemitério da Vila Rezende.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora