25 de novembro de 2020 Atualizado 23:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Lojas desobedecem decreto e funcionam na véspera do Dia das Mães

Regiões centrais de Americana e Santa Bárbara tiveram algumas lojas abertas e até movimento neste sábado

Por Paula Nacasaki

09 Maio 2020 às 15:10 • Última atualização 09 Maio 2020 às 15:14

Comerciantes de Americana e Santa Bárbara d’Oeste descumpriram o decreto do governador João Doria (PSDB) e abriram suas lojas neste sábado (9), véspera do Dia das Mães. A data é considerada a segunda melhor em vendas.

Os estabelecimentos comerciais estão proibidos de funcionar no Estado de São Paulo desde o dia 24 de março, quando foi adotada a quarentena como uma das medidas para evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19).

Região central de Americana teve movimento em determinados momentos do dia neste sábado – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

A abertura de parte das lojas também foi acompanhada de muitos consumidores que burlaram o isolamento e foram às compras. Em Americana, a presença dos clientes foi mais expressiva do que em Santa Bárbara, mas em ambas houve movimentação de pessoas nas ruas.

A reportagem percorreu parte das regiões centrais das duas cidades e ao menos 40 lojas estavam funcionando com meia porta aberta e restrições de entrada, além de orientação sobre uso de álcool em gel e máscaras.

Em Americana, estavam abertos estabelecimentos nas Avenidas Dr. Antônio Lobo e Fernando de Camargo e nas ruas Washington Luís, 30 de Julho, 12 de novembro e Sete de Setembro, além de ouras lojas nas imediações.

Já em Santa Bárbara, foram flagradas lojas abertas na Praça Rio Branco e Ruas Santa Bárbara, General Osório, XV de Novembro e Dona Margarida.

Para a funcionária de uma loja de roupas em Americana, boa parte do comércio decidiu abrir em retaliação ao governador João Doria, após a revogação da abertura parcial do comércio na última sexta-feira (8).

Questionada sobre o isolamento social, ela relatou que apenas cumpre ordens. Ela disse ainda que o comércio tem atendido nos últimos dias de maneira parcial e com cuidados para evitar o contágio pelo vírus.

Em uma loja de calçados, a vendedora contou que o local está funcionando, porém é permitida a entrada de duas pessoas por vez.

Fiscalização
Questionada, a Prefeitura de Americana informou que a Gama (Guarda Municipal de Americana) está fiscalizando o funcionamento do comércio e, quando nota a irregularidade, orienta e envia a ocorrência à Uvisa (Unidade de Vigilância Sanitária).

Já a prefeitura de Santa Bárbara esclareceu que o Setor de Obras e Posturas realiza diariamente visitas de orientação aos estabelecimentos.

Publicidade