Infestação de larvas de Aedes deixa Hortolândia e Sumaré em estado de alerta – O Liberal

Infestação de larvas de Aedes deixa Hortolândia e Sumaré em estado de alerta

Índice Breteau realizado em janeiro é usado para medir nível de presença do mosquito Aedes aegypti


As cidades de Hortolândia e Sumaré entraram em alerta por conta do nível de infestação do mosquito Aedes aegypti. Em janeiro, os municípios realizaram o Liraa (Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti), também conhecido como Índice de Breteau.

O indicador é usado para medir a presença de larvas do mosquito em imóveis. Para ser considerado satisfatório, o índice precisa estar abaixo de 1. Entre 1 e 3,9 é considerado estado de alerta. Acima de 4, há risco de surto na cidade.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
O indicador é usado para medir a presença de larvas do mosquito em imóveis

Sumaré teve índice de 2,9, e as regiões com mais casos foram Centro e Matão. “A Prefeitura de Sumaré está intensificando as ações junto aos agentes de saúde e as unidades básicas, além dos serviços de orientação e prevenção casa a casa, priorizando as regiões que registraram os índices mais elevados”, afirmou o município. No levantamento anterior, em outubro do ano passado, Sumaré estava com índice satisfatório.

Em Hortolândia, o Índice de Breteau apurado em janeiro foi 3,2. A situação no município piorou em relação ao último levantamento, realizado em outubro do ano passado.

Apesar de já estar em estado de alerta, a cidade havia observado um índice bem mais baixo – 1,11.
Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste registraram índices satisfatórios – 0,5 e 0,4, respectivamente.

A Prefeitura de Americana informou que não foi possível concluir o levantamento para o Índice Breteau por conta das chuvas. A expectativa é que o índice seja concluído e divulgado na semana que vem, “desde que o tempo fique estável”.

Nova Odessa estava em estado de alerta no último levantamento de densidade larvária, mas conseguiu diminuir para um índice satisfatório. A prefeitura divulgou que tem realizado ações de combate, como arrastões. As próximas ações estão marcadas para os dias 7, no Mathilde Berzin, e 14 de março, no Jardim Eneides.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

Confira o episódio desta semana do podcast Além da Capa, que trata sobre a entrega do novo Pronto Socorro do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana. A missão deste episódio é explicar os 11 anos que se passaram entre o anúncio e a entrega da obra:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora