20 de janeiro de 2021 Atualizado 15:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Hopi Hari reabrirá em julho com teste de Covid-19 gratuito para visitantes

Parque vai operar, por tempo indeterminado, com 30% de sua capacidade e funcionará apenas aos sábados e domingos

Por Leonardo Oliveira

18 jun 2020 às 15:07 • Última atualização 18 jun 2020 às 15:09

Fechado há três meses por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o parque de diversões Hopi Hari, em Vinhedo, anunciou que irá reabrir no dia 4 de julho. Para isso, adotará uma série de medidas sanitárias. Uma delas é oferecer teste rápido para o vírus para aqueles que adquirirem o passaporte de entrada.

Ingresso com teste gratuito já está sendo vendido pelo site do parque – Foto: Reprodução

Cada ingresso está sendo vendido por R$ 129,90. Esse valor já inclui a realização do teste, que, em laboratórios particulares, pode custar até R$ 350. Ao comprar o ticket, o consumidor agenda uma data entre os dias 20 e 30 de junho para ir até o parque e realizar o procedimento.

A testagem será feita no sistema drive thru, onde o motorista é atendido dentro do próprio veículo. Os testes rápidos de anticorpos IgM/IgG foram adquiridos com a empresa OltraMed e serão manipulados pelo laboratório ARFMED. Segundo a assessoria de imprensa do parque, o objetivo desta ação é contribuir com a identificação de pessoas que já tiveram ou não contato com a Covid-19 no interior de São Paulo.

O Hopi Hari vai operar, por tempo indeterminado, com 30% de sua capacidade e funcionará apenas aos sábados e domingos, em horário reduzido, das 10h às 17 horas, mediante agendamento feito por meio de seu site oficial.

Só serão aceitos visitantes utilizando máscaras de proteção e com temperatura corporal inferior a 37,8°C. A medição será feita logo na chegada, antes da entrada do estacionamento, possibilitando já a saída daqueles que não se enquadrarem no critério. O mesmo vale para todos os colaboradores que forem de ônibus fretado, carro, moto ou outras formas de transporte.

O parque ainda vai disponibilizar álcool em gel em 70 pontos diferentes e demarcará o solo com a distância a ser respeitada nas filas. No caso das atrações pagas à parte, como o Hadikali e a Tirolesa, deverá se respeitar o agendamento, voltando até o local do brinquedo apenas no horário marcado.

As medidas, segundo o Hopi Hari, seguem o protocolo sanitário definido em conjunto com a Associação dos Parques de Diversões do Brasil (Adibra), o Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat) e dezenas de parques do Brasil.

A reportagem questionou o Estado nesta quarta-feira (17) se ele permite o funcionamento de Parque de Diversões, mas, até a publicação desta reportagem, não houve resposta. Eventos que envolvam aglomerações estão proibidos até a fase 5 do Plano SP.

Publicidade