23 de Maio de 2020 Atualizado 14:58

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Estudantes da Unicamp tiram dúvidas por telefone

Objetivo é orientar os pacientes pelo telefone, contribuindo para reduzir a procura da população às unidades de saúde, evitando sobrecargas

Por Isabella Holouka

07 abr 2020 às 11:42 • Última atualização 07 abr 2020 às 13:49

Estudantes dos cursos de Medicina e Enfermagem da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) criaram uma linha de atendimento telefônico para pessoas que apresentem sintomas ou tenham dúvidas sobre o novo coronavírus (Covid-19). O telefone é (19) 3521-9130, e o atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h.

Sobre o serviço, que começou a funcionar no final do último mês, o estudante de medicina David Cirigussi falou no Liberal No Ar desta terça-feira (7). O programa é veiculado pelas rádios do Grupo Liberal de Comunicação, FM Gold (94.7) e VOCÊ (AM 570).

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

O principal objetivo do projeto é orientar os pacientes pelo telefone, tirando dúvidas sobre os sintomas, contribuindo para reduzir a procura da população às unidades de saúde.

“O principal local de contaminação que existe é o pronto atendimento. Se o ouvinte estiver com o quadro leve gripal, mas sem a presença de falta de ar, deve permanecer na residência por até 14 dias”, explicou.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

De acordo com ele, as pessoas ainda tem procurado o atendimento em unidades de saúde, o que pode contribuir para a disseminação do coronavírus (Covid-19) e sobrecarga no sistema de saúde.

“Estamos comunicando formas de prevenção, como higienizar mãos, como fazer higiene respiratória. E também vendo áreas em que há mais dúvidas, para conseguirmos fazer programas de prevenção e conscientização para a população nestes locais”, afirmou o estudante.

Ele ainda falou sobre as principais maneiras de se prevenir, com dicas de higiene respiratória, protocolo de convivência com infectados e o uso de máscaras caseiras ou cirúrgicas.

Além da Capa, um podcast do LIBERAL

O alemão Jan Krutzinna, CEO da ChatClass, explicou como o distanciamento social em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) pode abrir espaço para o celular como ferramento aliada da educação, já que em função da quarentena as escolas estão fechadas e, muitas delas, optaram por manter as aulas online. Ouça o episódio:

{{1}}