Escolas de Santa Bárbara lideram as ocorrências na área do 19º Batalhão

Entre os meses de fevereiro e maio foram contabilizados 12 casos policiais em 10 unidades, sete estaduais e três municipais


Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal
Em 10 de maio uma falsa bomba mobilizou a Polícia Militar na Escola Estadual Juvelina de Oliveira Rodrigues, no Jardim Paulista

Santa Bárbara d’Oeste liderou as ocorrências policiais registradas em escolas no período de fevereiro a maio nos municípios de cobertura do 19º BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior), que inclui ainda Americana, Arthur Nogueira, Cosmópolis e também Engenheiro Coelho.

Foram 12 ocorrências em 10 escolas (sete estaduais e três municipais), com quatro casos de furtos, duas agressões, roubo, apreensão de simulacro de arma de fogo, apreensão de fogos de artifício, averiguação de artefato explosivo, e apreensão de drogas. No mesmo período, Americana teve apenas um caso de furto em escola.

O balanço foi fornecido ao LIBERAL pela PM (Polícia Militar), que implantou em maio deste ano “rondas diferenciadas” por meio da Força Tática em escolas e áreas “prioritárias”. O trabalho é fruto de um mapeamento realizada pelo 19º BPMI no começo do ano junto às escolas e a Diretoria de Ensino.

No mês passado, quatro escolas de Santa Bárbara e quatro de Americana receberam a operação Escola Segura. Os nomes não foram divulgados a pedido da Diretoria de Ensino.

Durante as operações, a PM fecha o acesso do bairro a escola para vistoriar veículos e abordar pessoas que estejam no entorno. Eventuais comércios também são verificados e, se forem encontradas irregularidades, é elaborado um Raia (Relatório de Averiguação de Incidente Administrativo) para que a prefeitura tome as medidas cabíveis.

Entre as quatro escolas de Santa Bárbara que receberam a ação, duas já tinham histórico de ocorrência. Neste mês de junho, uma das unidade deve receber novamente a operação, ao lado de outras duas escolas que já foram palco de ocorrência.

Somadas todas as cidades da área do 19º BPMI, foram desencadeadas 11 operações nos perímetros escolares em maio, resultando na abordagem de 133 pessoas e ainda fiscalização de 97 carros, 16 motocicletas, (113 condutores), quatro Autos de Infração de Trânsito e um automóvel recolhido.

PROGRAMAÇÃO. De acordo com o capitão da PM e chefe da seção de planejamento do 19º BPMI, Anderson Teixeira, a definição das escolas que receberão a operação pela segunda vez ocorreu com base no que foi discutido junto a Diretoria de Ensino. O fato de já terem tido ocorrências anteriormente não seria o fato primordial.

“Algumas escolas estamos repetindo porque houve um consenso entre a Diretoria de Ensino e o comando de policiamento, mas esse trabalho vai ser feito mês a mês, as escolas não são fixas. Nós temos a programação até o final do ano, não temos o nome das escolas até o final do ano, pois isso pode ir mudando, sendo alterado”, explicou Teixeira.

A ideia é que as operações ocorram até o final de agosto. Depois, os resultados serão discutidos internamente e também com a Diretoria de Ensino para analisar a continuidade do projeto. A ronda escolar tradicional segue normalmente o ano inteiro.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora