Escolas de Americana e SB fazem plantões de reforço para o Enem

As provas deste ano estão marcadas para os dias 3 e 10 de novembro, dois domingos


Duas escolas estaduais de Americana e uma de Santa Bárbara d’Oeste contam com atividades extracurriculares para auxiliarem os estudantes na preparação para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). As provas deste ano estão marcadas para os dias 3 e 10 de novembro, dois domingos.

Na Escola Estadual Leny Apparecida Pagotto Boer, em Americana, o ex-aluno Lucas Leite Neves se voluntariou para fazer um plantão e tirar dúvidas dos colegas do 9º ano do ensino fundamental até ensino médio. O reforço ocorre toda quinta-feira, das 14h às 16h.

Foto: Divulgação
Plantão segue os moldes de uma aula de cursinho

De acordo com Lucas, a ideia surgiu depois que ele começou ajudar colegas de sua atual escola, o Colégio Objetivo. A dinâmica na unidade estadual segue os moldes de uma aula de cursinho.

“A gente resolve muitos exercícios. Começamos com os mais básicos e já resolvemos até de vestibular. Claro que não os mais complexos, mas já fizemos da USP e da Unicamp. A gente explica como se preparar para as provas, explica metodologia de estudo, encoraja”, contou Lucas.

A diretora da escola, Vânia Ferreira, elogiou a colaboração do voluntário. “Nós estamos gostando porque ele é uma ótima pessoa, muito dedicado. E não é só matemática. Qualquer disciplina que o aluno tem dificuldade, ele vem com o caderninho e mostra o conteúdo para tirar as dúvidas”, comentou.

Mais escolas

Ainda em Americana, na Escola Estadual Ornella Rita Ferrari Saciloto, foi criado um Clube Juvenil do Enem para os alunos do 3º ano do ensino médio. O grupo trabalha os assuntos que mais caem na prova, além da redação. Os encontros ocorrem toda segunda-feira.

E na Escola Estadual Comendador Emilio Romi, em Santa Bárbara d’Oeste, foi criada uma disciplina de matemática lúdica focada no Enem. Por meio de jogos, geométrica lúdica e quiz, os estudantes treinam habilidades exigidas pelo exame.

A escola conta com a Prática de Ciências da Matemática, da qual participam alunos dos três anos do ensino médio. “Uma vez que as práticas de estudo recaem sobre disciplinas do currículo comum dos estudantes, é natural que auxiliem na preparação dos alunos para os exames do Enem”, informou a direção da escola.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora