23 de outubro de 2020 Atualizado 23:56

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Região

Ensino médio da região supera metas projetadas

Historicamente com dados mais baixos no Ideb, resultado da região está acima do observado no Estado de São Paulo

Por Marina Zanaki

17 set 2020 às 08:45

O resultado do ensino médio das escolas estaduais em 2019 no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) superou a média projetada em todas as cinco cidades da RPT (Região do Polo Têxtil). Além disso, todos os municípios tiveram resultado superior à média estadual, de 4,3.

Os melhores índices foram em Americana e Nova Odessa, que alcançaram 4,9 no Ideb. A meta das duas era 4,7.

Santa Bárbara teve Ideb de 4,8, acima da meta de 4,5 que havia sido projetada. Hortolândia teve índice de 4,6, superando sua meta de 4,2.

Sumaré teve o maior crescimento absoluto, passando de 3,8 para 4,5 entre 2017 e 2019. A meta na cidade era de 4,1.

Além de superar a meta para 2019, Americana e Nova Odessa alcançaram suas metas para 2021. Hortolândia, Santa Bárbara e Sumaré superaram as metas para o ano que vem.

Secretário executivo de Educação do Estado, Haroldo Corrêa Rocha avaliou que os resultados do ensino médio mostram que é possível melhorar o nível de aprendizagem. Em 2017, o Ideb do ensino médio no Estado havia diminuído, e historicamente o ensino médio tem os piores índices. Para ele, essa capacidade de reação será importante para que o ensino se recupere do déficit deste ano.

“Temos grande preocupação nesse momento com o impacto da pandemia. As crianças estão afastadas da escola, e isso gera impacto emocional e cognitivo. Há um percentual de alunos que não tem dispositivo em casa para acessar as atividades remotas, e tem aqueles que, mesmo com o equipamento, não conseguem acompanhar as aulas”, disse o secretário.

Ele aposta que o uso da tecnologia nas aulas, necessidade imposta pela pandemia, pode refletir de forma positiva no ensino no ano que vem.

FUNDAMENTAL

O ciclo 1 do ensino fundamental, que avalia alunos do 5° ano, tem os resultados mais altos no Ideb. Nova Odessa se destacou no ciclo 1 do ensino fundamental, tendo o melhor resultado entre as cinco cidades da RPT – 7,3.

Secretária de Educação, Claudicir Brazilino Picolo disse que a pasta acompanha cada escola por meio da Areno (Avaliação de Rendimento Escolar de Nova Odessa), aplicada duas vezes ao ano para todos os alunos.

“Isso nos dá um parâmetro de qual escola temos que dar mais atenção. O resultado é fruto de um conjunto – formação de professores, currículo municipal uniforme e acompanhamento da aprendizagem”, declarou.

O ciclo 1 do fundamental de Santa Bárbara d’Oeste caiu de 7,1 para 7,0, mas ficou dentro da meta de 6,8.

“Esse dado é muito importante para direcionar nossas ações e reflete os esforços em todo o processo que culmina no sucesso de nossas crianças. O compromisso da Administração sempre foi oferecer o melhor para nossos alunos e comprovar a evolução deles nas diversas regiões de nossa cidade é muito gratificante, estamos no caminho certo”, disse a secretária de Educação barbarense, Tânia Mara da Silva.

Americana passou de 6,7 para 6,8 no ciclo 1 do fundamental, mas não alcançou a meta de 6,9. A Secretaria de Educação foi procurada, mas não comentou nesta quarta-feira.

Publicidade