23 de Maio de 2020 Atualizado 12:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Doria fala em excluir de reabertura cidades com isolamento abaixo de 50%

Governador listou as cidades de Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré entre as que registraram os piores índices de isolamento no Estado

Por André Rossi

05 Maio 2020 às 07:57

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta segunda-feira que pode excluir da reabertura pós-quarentena as cidades com índice de adesão ao isolamento social abaixo dos 50%.

Durante coletiva de imprensa, foi informado que três cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) estiveram entre os municípios que registraram os piores índices no sábado: Americana (50%), Santa Bárbara d’Oeste (49%) e Sumaré (49%).

Governador João Doria durante reunião virtual com prefeitos – Foto: Governo do Estado de São Paulo

No entanto, a adesão aumentou no domingo: 56% em Americana e Sumaré, e 55% em Santa Bárbara. Os dados são do SIMI-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo do Estado de São Pau-lo). Os números referentes a segunda-feira ainda não estavam disponíveis até a publicação desta reportagem.

“Todas essas cidades precisam melhorar os seus índices, principalmente se desejarem ter algum tipo de flexibilização. Não havendo índice superior a 50%, já por esse item, as cidades estarão automaticamente excluídas de qualquer flexibilização. E por que? Porque nós não desejamos mais vítimas, não desejamos mais pessoas infectadas e não desejamos, obviamente, mais óbitos no estado de São Paulo. É possível melhorar com a consciência de cada cidadão”, afirmou Doria.

Plano de reabertura

O governo vai detalhar a reabertura do Estado na próxima sexta-feira, cujo cronograma foi batizado de “Plano São Paulo”. A ideia é de que retomada seja feita de forma a priorizar os setores de maior vulnerabilidade e menor risco para a pandemia do novo coronavírus. Doria já informou que os critérios serão diferenciados e de acordo com “dados científicos apurados cidades e regiões”.