10 de maio de 2021 Atualizado 08:28

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Meta conservadora

Com participação da RPT, consórcio traça meta de 20 milhões de vacinas contra Covid

Consórcio Conectar foi instituído nesta segunda-feira e elabora estratégia para aquisição de imunizantes ainda no primeiro semestre

Por André Rossi

23 mar 2021 às 08:07 • Última atualização 23 mar 2021 às 15:35

O Conectar (Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras), do qual a RPT (Região do Polo Têxtil) faz parte, traçou como meta “conservadora” a compra de 20 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus (Covid-19). A informação foi divulgada nesta segunda-feira (22), durante assembleia geral que instituiu formalmente o consórcio.

A avaliação sobre o quantitativo a ser comprado no primeiro semestre foi feita pela epidemiologista Carla Domingues, contratada como consultora do consórcio. O movimento foi encabeçado pela FNP (Frente Nacional dos Prefeitos).

Assembleia foi transmitida pelo YouTube – Foto: Divulgação

Carla aponta que o governo federal deve terminar a vacinação do grupo prioritário, composto por 80 milhões de brasileiros, entre julho e agosto deste ano. Diante desse cenário, ela sugere que o Conectar adquira 20 milhões de doses extras para antecipar o cronograma em 30 dias.

A meta leva em consideração as três vacinas que já possuem contrato firmado e com entrega garantida: AstraZeneca, Pfizer e CoronaVac. Demais imunizantes ainda em tratativas não foram considerados. A pesquisadora tem experiência de uma década à frente do PNI (Programa Nacional de Imunização).

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“Estou fazendo, nesse momento, uma avaliação muito conservadora para que a gente não crie, de novo, expectativa na população, de que vamos vacinar e, de novo, ter de refazer essa avaliação. É preferível que a gente tenha uma avaliação conservadora e depois, é claro, se essas vacinas chegarem, a gente vai puxando para o grupo a ser vacinado o maior número de pessoas”, explicou Carla.

A especialista diz ainda que é o momento de fazer “pressão política internacional” e buscar a solidariedade pan-americana dos EUA, que tem 30 milhões de doses paradas da Oxford/AstraZeneca. “Esse é o caminho mais rápido”, afirmou.

O quantitativo, no entanto, é considerado pequeno por alguns prefeitos, como Jairo Jorge (PSD), de Canoas (RS). Existe a preocupação de que as meta de vacinação traçada pelo Ministério da Saúde não se concretize.

“Ouvi atentamente a dra. Carla, mas entendo que há  um sentido de urgência e que 20 milhões é pouco. Obviamente entendo a preocupação técnica, sei dos limites e não quero aqui fazer nenhuma crítica, mas nada nos garante que o que está previsto acontecerá”, comentou Jairo.

Eleição

O consórcio Conectar tem até quinta-feira (25), às 18 horas, para inscrição das chapas para concorrem à diretoria. A eleição ocorre em assembleia na próxima segunda-feira (29).

Para participar dessa escolha, os municípios precisam ter os requisitos cumpridos: manifestação de interesse e envio de lei autorizativa até o dia 26.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Após eleita, a diretoria do consórcio terá a prerrogativa de montar um conselho de prefeitos, com até 76 membros, com função deliberativa e intermediária entre a diretoria e a assembleia.

Mesmo depois do cumprimento de todos os ritos, tanto a manifestação de interesse como o recebimento das leis continuarão abertos. O consórcio contou com manifestação de interesse de 2.598 municípios.

Publicidade