21 de maio de 2022 Atualizado 21:14

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Com mais 24 óbitos por coronavírus, Região do Polo Têxtil registra 3.157 vítimas da pandemia

Municípios de Americana, Santa Bárbara d'Oeste, Nova Odessa e Sumaré informaram novos óbitos

Por Marina Zanaki

08 Julho 2021, às 22h18 • Última atualização 08 Julho 2021, às 22h19

As cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) informaram nesta quinta-feira mais 24 mortes pelo novo coronavírus (Covid-19), totalizando 3.157 vítimas desde o início da pandemia, em março do ano passado.

Com mais cinco óbitos informados nesta quinta-feira, Americana contabiliza 730 vítimas da pandemia. Os falecimentos ocorreram entre os dias 6 e 7 de julho, e vitimaram pacientes entre 32 e 60 anos.

Até a publicação desta reportagem, o site onde a Prefeitura de Hortolândia atualiza os números da pandemia estava fora do ar. Até quarta-feira, a cidade contabilizava 608 mortos pela doença.

Nova Odessa confirmou a 210ª vítima da doença. O paciente era um idoso de 80 anos, morador do Jardim São Jorge, que faleceu dia 5 de julho no Hospital Municipal.

Estão internados 20 moradores da cidade com suspeita ou confirmação da doença, dos quais cinco estão na Unidade Respiratória do Jardim Alvorada, 11 estão na nova ala respiratória do Hospital Municipal e quatro em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de hospitais de outras cidades da região e do Estado.

Santa Bárbara d’Oeste registrou 11 óbitos no boletim desta quinta-feira:

  • Homem, 62, óbito em 2 de julho;
  • Mulher, 79, óbito em 2 de julho;
  • Mulher, 48, óbito em 4 de julho;
  • Mulher, 74, óbito em 4 de julho;
  • Mulher, 46, óbito em 4 de julho;
  • Homem, 59, óbito em 5 de julho;
  • Mulher, 57, óbito em 5 de julho;
  • Mulher, 59, óbito em 7 de julho;
  • Homem, 88, óbito em 7 de julho;
  • Homem, 66, óbito em 8 de julho;
  • Homem, 58, óbito em 8 de julho.

No total, 716 moradores morreram com Covid-19 na cidade. As UTIs Covid da rede pública seguem com lotação máxima. Entre quarta e quinta-feira, houve redução na ocupação das enfermarias, passando de 72% para 58%. Os leitos com respiradores têm 21% das vagas atendendo pacientes.

Com mais sete mortes pela doença, Sumaré se aproxima das 900 vítimas. Os casos informados hoje eram:

  • Mulher de 92 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko e faleceu em 6 de julho;
  • Mulher de 45 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Unimed Campinas e faleceu em 7 de julho;
  • Homem de 72 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko e faleceu em 6 de julho;
  • Mulher de 50 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Estadual de Covid 19 AME Campinas e faleceu em 7 de julho;
  • Mulher de 69 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital das Clínicas da Unicamp e faleceu em 5 de julho;
  • Homem de 32 anos, sem comorbidades. Estava internado na UPA Nova Hortolândia e faleceu em 3 de julho;
  • Homem de 55 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital Bom Samaritano Artur Nogueira e faleceu em 5 de julho.

A cidade contabiliza 893 mortos pela pandemia. Entre suspeitos e confirmados, 119 moradores estão internados em leitos Covid.

Publicidade