04 de agosto de 2020 Atualizado 22:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Eleições 2020

Com 279 mil cadastrados na região, biometria não será mais usada na eleição

Tribunal anunciou que não haverá identificação biométrica no pleito de 2020 para evitar disseminação do novo coronavírus

Por Rodrigo Alonso

16 jul 2020 às 08:47 • Última atualização 16 jul 2020 às 13:11

Os 279.570 eleitores que fizeram o cadastro biométrico obrigatório na RPT (Região do Polo Têxtil) não irão mais usar a tecnologia nas eleições deste ano. Nesta quarta-feira, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) anunciou que não haverá identificação biométrica nos dias de votação.

O tribunal decidiu excluir a biometria após uma recomendação feita por infectologistas. O uso do sistema, segundo o TSE, poderia aumentar o risco de contaminações pelo novo coronavírus (Covid-19).

Cartório Eleitoral de Santa Bárbara ficou lotado em dezembro do ano passado para o cadastramento – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal_20.12.2019

Especialistas apontam, por exemplo, que o leitor de digitais não pode ser higienizado com frequência. Outro fator considerado pelos médicos é que “muitos” eleitores têm dificuldade com a leitura das digitais, situação favorável para formação de filas e, consequentemente, aglomerações, de acordo com o tribunal.

Na RPT, há três cidades onde a biometria seria obrigatória nas próximas eleições municipais: Hortolândia, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste.

Nesses municípios, 80,26% do eleitorado havia feito o cadastramento biométrico dentro do prazo, encerrado em 19 de dezembro de 2019. Em nota, o TSE apontou que, após essa data, não houve mais coleta de biometria.

Ao todo, existem 348.339 eleitores nesses municípios: 157.960 em Hortolândia, 46.731 em Nova Odessa e 143.648 em Santa Bárbara. O cadastro biométrico foi feito por 123.180 pessoas em Hortolândia (77,9% do eleitorado), 37.324 em Nova Odessa (79,8%) e 119.066 em Santa Bárbara (82,8%).

Em abril, a Justiça Eleitoral já tinha decidido que, devido à pandemia, aqueles que não se cadastraram também poderão votar nas eleições de 2020.

O pleito foi adiado para novembro em razão da pandemia. O primeiro turno será no dia 15, e o segundo está marcado para o dia 29.

Digital
Nas outras duas cidades da RPT, mesmo sem a obrigatoriedade da biometria, 51,37% do eleitorado de Americana e Sumaré já cadastraram suas impressões digitais.

Em Americana, dos 175.416 eleitores, 82.293 (46,9%) realizaram o cadastramento biométrico. Em Sumaré, dos 189.410 votantes, 105.111 (55,4%) efetuaram o registro.

No total, a região conta com 713.165 pessoas aptas a votar. Todos os dados constam no site do TSE.

Podcast Além da Capa
Totalmente paralisado na região desde o início da quarentena de combate ao novo coronavírus, o setor de eventos ainda está “no escuro” sobre quando as atividades poderão ser retomadas, ainda que de forma parcial. Além da indefinição, uma série de dificuldades surgiram por conta da situação. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter André Rossi sobre o panorama do segmento em Americana e região.