23 de fevereiro de 2021 Atualizado 09:27

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

COVID-19

Cidades começam a aplicar segunda dose da vacina contra Covid-19

Aplicação complementar teve início na região nesta segunda-feira; público-alvo são os profissionais de saúde da linha de frente

Por André Rossi

16 fev 2021 às 07:38

As cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) iniciaram nesta segunda-feira (15) a aplicação da segunda dose da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) para os profissionais de saúde que atuam na linha de frente. A campanha seguirá com o público-alvo contemplado na primeira fase.

Em Americana, 329 profissionais de saúde receberam a dose complementar nesta segunda. O balanço foi fechado por volta das 16 horas.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, gradativamente, a segunda dose vai avançar na população-alvo, de acordo com o período em que cada indivíduo foi vacinado.

Para a CoronaVac, o intervalo até a segunda dose é de 21 a 28 dias, enquanto a vacina de Oxford-AstraZeneca demanda 12 semanas. 

Atualmente, não há mais nenhuma unidade da vacina de Oxford disponível na cidade, pois todas as 2.290 doses foram aplicadas na primeira fase.

Já da CoronaVac, há um quantitativo aproximado de 2.800 doses, utilizado para concluir a imunização dos idosos acima de 85 anos e e segunda dose aos profissionais de saúde.

“A Vigilância Epidemiológica recebeu exatamente a mesma quantidade da primeira grade [3 mil doses da CoronaVac] para imunizar os profissionais de saúde e idosos de ILPI´s (Instituições de Longa Permanência) que já receberam a primeira dose”, informou a prefeitura.

Região

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste confirmou o início da aplicação da segunda dose, mas não informou quantas profissionais a receberam ontem.

Paralelamente, a cidade segue imunizando idosos acima de 85 anos. Para aplicação da primeira dose a esse público, é necessário se cadastrar pelo site ou pelo telefone 0800-441-3502.

Já em Nova Odessa, a meta é aplicar a segunda dose em 50 profissionais até esta terça-feira. A prioridade são os funcionários da UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada.

Enquanto isso, a vacinação dos idosos acima dos 80 anos prossegue. É necessário o pré-cadastro no site da prefeitura.

Em Sumaré, a prefeitura iniciou a aplicação da segunda dose com as 2.680 unidades da CoronaVac enviadas pelo Estado na última remessa, em 9 de fevereiro. Todas as 7.815 doses destinadas para a primeira aplicação já se esgotaram na última sexta-feira “devido à grande adesão”.

“A Secretaria de Saúde aguarda o envio de novas doses pelo Estado para dar continuidade à imunização. Atualmente estamos na fase da campanha de vacinação para idosos partir de 80 anos e profissionais da Saúde”, informou a prefeitura.

A Prefeitura de Hortolândia foi questionada, mas não deu detalhes sobre o início da imunização complementar, informando apenas que segue o que está preconizado nos programas estadual e nacional de imunização.

Publicidade