Campanha de regularização da CDHU arrecada mais de R$ 1,6 milhão na RPT

Ao todo, 335 mutuários fecharam acordos ou quitaram as dívidas; valores serão reinvestidos pelo governo do Estado na construção de mais moradias


A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) informa que a campanha de regularização de débitos financeiros em atraso, encerrada em janeiro, beneficiou 335 mutuários na RPT (Região do Polo Têxtil). Desses, 268 fecharam acordos, o que representou R$ 1,5 milhão de débitos renegociados, e 67 quitaram as dívidas, permitindo arrecadação de mais R$ 144 mil.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Em Americana, 82 mutuários foram beneficiados, dos quais 67 renegociaram em condições favoráveis suas pendências, o que representou R$ 745,1 mil em dívidas renegociadas. Outros 15 quitaram definitivamente as dívidas que mantinham com a companhia, permitindo a arrecadação de mais R$ 36,2 mil. Assim, o índice atual de inadimplência é de 28% dos 620 contratos ativos.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Conjunto Mário Covas, em Americana, um dos empreendimentos viabilizados pela CDHU na Região do Polo Têxtil

Em Hortolândia, são 512 contratos ativos e a atual inadimplência é de 31%. A campanha beneficiou 42 mutuários. Desses, 37 fecharam acordos, com um montante e R$ 149,1 mil em dívida renegociada, e 5 quitaram seus débitos atrasados, que somados são R$ 867,12.

Em Nova Odessa, foram 18 mutuários beneficiados, sendo que 14 firmaram acordos, que totalizam R$ 209,5 mil de débitos, e 4 quitaram as suas dívidas, possibilitando uma arrecadação de R$ 34,7 mil. No município, a CDHU tem 107 contratos ativos e uma inadimplência de 16%.

Já em Santa Bárbara d’Oeste, a campanha beneficiou 83 mutuários, dos quais 63 renegociaram suas pendências, o que representou R$ 476,3 mil em dívida renegociadas. Outros 20 quitaram definitivamente as dívidas e a CDHU arrecadou mais R$ 40,1 mil. O atual índice de inadimplência é de 24% dos 1.136 contratos ativos.

Por fim, em Sumaré, foram beneficiados 110 mutuários, sendo 87 acordos firmados, que somam R$ 695,5 mil de dívidas renegociadas e 23 dívidas quitadas, num montante de arrecadação de R$ 32,2 milhões. A CDHU tem 681 contratos ativos na cidade e uma inadimplência de 22%.

“Além de ser uma oportunidade para os mutuários regularizarem suas pendências com a CDHU, essa campanha permitiu a recuperação de valores que serão reinvestidos pelo governo do Estado na construção de mais moradias populares”, explicou o presidente da CDHU, Reinaldo Iapequino.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A trajetória do impasse em torno da lei municipal de incentivo ao esporte em Americana é o assunto desta edição do Além da Capa. Ouça:

{{1}}

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora