20 de abril de 2021 Atualizado 23:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Luto

Baterista da dupla Ricardo e João Fernando morre de Covid-19 aos 25 anos

Dudu Porto, que tocava com a dupla americanense, não tinha comorbidades e havia sido pai pela primeira vez há 12 dias

Por Leonardo Oliveira

05 mar 2021 às 19:50 • Última atualização 05 mar 2021 às 20:00

Morreu na tarde desta sexta-feira (5), aos 25 anos, o baterista Carlos Eduardo Porto, mais conhecido como Dudu Porto, que tocava com a dupla americanense Ricardo e João Fernando. Ele, que não possuía comorbidades, foi mais uma vítima do novo coronavírus (Covid-19).

Dudu Porto era baterista da dupla havia três anos – Foto: Facebook / Reprodução

Ao LIBERAL, Ricardo disse que Dudu foi diagnosticado com a doença no dia 21 de fevereiro, um dia antes de nascer seu primeiro filho, Lorenzo. O músico ficou em isolamento desde então e não chegou nem a carregar a criança no colo.

Natural de Leme, o baterista passou mal na última terça-feira e foi internado na Santa Casa de Misericórdia da cidade. “Quarta-feira [ele] estava bem, na quinta-feira à noite teve uma parada cardiorespiratória e, depois, teve outra de manhã. Hoje, logo depois do almoço, teve outra, aí ele não aguentou”, disse Ricardo.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

O falecimento do baterista já foi incluído no boletim epidemiológico mais recente divulgado pela Prefeitura de Leme.

“Era um menino muito querido, ficava na minha casa, talentosíssimo, tinha um coração gigante. Tinha o mundo para ganhar e o sonho dele era tocar com a gente. A gente tá sem chão. Uma perda irreparável para a dupla e a gente só tem a lamentar e pedir para as pessoas se cuidarem, porque a gente está acompanhando aqui Americana e Santa Bárbara e a coisa está feia”, completou Ricardo.

Dudu começou a tocar com a dupla Ricardo e João Fernando havia cerca de três anos, após ser indicado pelo antigo baterista para se juntar ao grupo. “Ele [Dudu] foi em um ensaio, conhecia quase todas  as músicas nossas e aí ele entrou para a família Ricardo e João Fernando”, contou Ricardo.

Publicidade