25 de novembro de 2020 Atualizado 23:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

PIRACICABA

Baep descobre revendedores clandestinos e apreende bebidas falsificadas

Policiais encontraram 233 garrafas de diferentes marcas de bebidas alcoólicas; caso aconteceu em Piracicaba

Por Isabella Holouka

25 out 2020 às 16:28

Policiais do 10° Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), da PM (Polícia Militar), descobriram uma adega e uma distribuidora de bebidas clandestinas, no Jardim Tatuapé, em Piracicaba, na noite deste sábado (24). No segundo estabelecimento, 233 garrafas de bebidas falsificadas de diferentes marcas foram encontradas.

Bebidas falsificadas foram apreendidas – Foto: Baep / Reprodução

O batalhão divulgou que uma equipe estava em patrulhamento pelo bairro quando recebeu uma denúncia de que na Rua Professor Carlos Brasiliense Pinto estaria ocorrendo um baile funk com consumo de drogas e que no mesmo lugar haveria uma destilaria clandestina e a venda de bebidas falsificadas.

No local os policiais constataram que havia uma adega, cujo proprietário, um homem de 27 anos, confirmou que realizava a venda de bebidas falsificadas. Ele apontou um segundo indivíduo, de 21 anos, como vendedor das bebidas e informou o endereço da distribuidora, na Avenida Raposo Tavares.

Os homens foram conduzidos ao Plantão Policial de Piracicaba – Foto: Divulgação-PM

Este segundo homem foi encontrado e em seu estabelecimento os policiais localizaram os materiais falsificados. Questionado, ele afirmou buscar diariamente 30 novas caixas de bebidas falsificadas em São Paulo e que realiza o transbordo das cargas em postos de gasolina na capital paulista. Ele também disse ter plena consciência de que os produtos são falsificados.

Foram apreendidas 164 garrafas de whisky Passport; 11 garrafas de whisky Red Label; 24 garrafas de whisky Jack Daniel’s; 1 garrafa de whisky Double Black; 5 garrafas de whisky Black Label; 3 garrafas de whisky Gold Label; 13 garrafas de whisky White Horse; 1 garrafa de whisky Chivas; 2 garrafas de whisky Ballantines; 4 garrafas de vodka Ciroc; 1 garrafa de vodka Smirnoff; 1 garrafa de gyn Bombay; 1 garrafa de gyn Tanqueray e 2 garrafas de champanhe Chandon.

Havia ainda 9 tampas de garrafas de whisky Passport, 181 dosadores para garrafas e R$ 1.610 em espécie, segundo a nota divulgada pela corporação.

Os homens foram conduzidos ao Plantão Policial de Piracicaba e responderão pelo “crime contra economia popular” em liberdade. A autoridade de Polícia Judiciária também determinou a apreensão dos produtos.

Publicidade