29 de maio de 2020 Atualizado 13:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Após obrigatoriedade do uso de máscaras, população vem se adaptando ao acessório

Utilização da proteção é obrigatória nas ruas e estabelecimentos desde a última quinta-feira, mas muitos já se dizem acostumados

Por Paula Nacasaki

09 Maio 2020 às 18:02 • Última atualização 09 Maio 2020 às 20:11

Obrigatoriedade do uso de máscaras é recente, mas muitos já se acostumaram com o acessório de proteção individual - Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Desde a última quinta-feira (7), o uso de máscaras se tornou obrigatório em todo o Estado de São Paulo, após publicação de decreto do governador João Doria (PSDB). Apesar de ser passível de multa e prisão a não utilização do acessório, a maioria das pessoas estão mais preocupadas com a saúde do que com as penalidades.

A reportagem do LIBERAL esteve em diversas ruas de Americana e Santa Bárbara d’Oeste na manhã deste sábado (9) e foi possível observar que a maior parte das pessoas já utiliza o item. A exceção é minoria e, normalmente, compreende um público formado por idosos.

A autônoma Ines Estrambek de Oliveira Freire, de 56 anos, relata que desde antes da pandemia já usava máscara devido ao seu trabalho, mas que nos últimos meses redobrou o cuidado. “Eu me sinto bem e protegida, então é algo que não me incomoda”, contou.

Assim como a autônoma, o motorista Felipe Matias, de 25 anos, por conta de um trabalho anterior, também está habituado ao equipamento.

“Eu evito ao máximo sair de casa, só em último caso, aí quando precisa sair, eu uso a máscara e, como sou motorista, fico o tempo todo com ela e não me atrapalha, é normal usar”, comentou.