Americana e SB adiantam quarentena e mandam fechar comércio

Prefeito Omar Najar (MDB) disse que medidas de quarentena anunciadas pelo Estado não devem esperar até terça-feira para entrarem em vigor


As prefeituras de Americana e Santa Bárbara d’Oeste determinaram que o fechamento do comércio de rua, medida anunciada pelo governo do Estado e que passa a valer na terça-feira (24), entre em vigor imediatamente no município.

Em live no Facebook, o prefeito Omar Najar (MDB) disse que assinou o decreto que determina a medida. O prefeito Denis Andia (PV) disse em nota que as medidas já têm validade na cidade a partir deste sábado (21).

“Determinei que sigamos o decreto do governo do Estado, só que não vamos aguardar até terça-feira. Decreto assinei hoje e será publicado, então está valendo a partir de agora. Comércios que não serão prioritários deverão fechar porta sob pena de serem multados e terem até alvará caçado”, alertou o chefe do Executivo de Americana.

“Ninguém quer prejudicar comércio, mas é questão de saúde pública. O que tem acontecido com outras cidades é essa pandemia ter se alastrado. Em Americana não temos nenhum caso confirmado ainda do vírus, então vamos tomar precaução pra evitar que aconteça conosco”, completou.

Omar informou também que esteve em contato com o prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Denis Andia (PV), por cerca de dez vezes entre sexta-feira e sábado para tratarem da quarentena, que os dois já sabiam antes mesmo do anúncio oficial.

“Aqui em Santa Bárbara d’Oeste e Americana resolvemos antecipar a aplicação das medidas divulgadas neste sábado pelo governador João Doria. Foi uma decisão que eu e o prefeito Omar Najar tomamos conjuntamente, uma vez que nossas cidades são irmãs e o esforço conjunto amplifica nossa força. O momento exige a compreensão e a colaboração irrestrita de cada um. Todas as medidas são a favor da coletividade e para a proteção dos nossos cidadãos. Importante informar que já promovemos a reorganização necessária de todo o sistema de saúde municipal de Santa Bárbara d’Oeste, para atuar de forma maximizada no enfrentamento desses novos tempos – difíceis, mas que superaremos juntos”, disse o prefeito barbarense.

Decreto
Neste sábado, Hortolândia também determinou o fechamento de comércios e serviços que não sejam essenciais. Decreto publicado hoje permite atendimento presencial apenas em serviços essenciais de saúde, supermercados, padarias, farmácias, distribuidoras de água e gás, postos de gasolina até as19h.

O município, seguindo determinação do governo do Estado, permitiu que restaurantes trabalhem por meio do sistema de entrega.

Nova Odessa e Sumaré já haviam decidido pelo fechamento do comércio na sexta-feira (20). A quarentena anunciada pelo governo estadual tem duração de 15 dias, podendo ser prorrogada ou alterada.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora