28 de julho de 2021 Atualizado 09:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Educação superior

Além de Santa Bárbara, Unimep encerra turmas em 24 cursos em Piracicaba

Ato administrativo encerrou novas turmas em disciplinas de graduação e superior de tecnologia

Por Leonardo Oliveira

19 fev 2021 às 11:13 • Última atualização 19 fev 2021 às 11:16

A Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), além de desativar o campus Santa Bárbara d’Oeste, também decidiu encerrar turmas em 24 cursos de licenciatura e bacharelado nas unidades de Piracicaba.

A medida foi publicada em um ato administrativo assinado nesta quinta-feira pelo reitor interino, Ismael Forte Valentim. Esses cursos não terão novas turmas se iniciando em 2021.

No campus Centro, houve o encerramento dos cursos do período noturno de Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Relações Internacionais e Gestão de Recursos Humanos.

A grande maioria dos cursos com turmas desativadas eram da Unimep Taquaral, do período noturno.

Foram eles: Ciências biológicas (licenciatura e bacharelado), Ciências Contábeis, Educação Física (licenciatura), Farmácia, História (licenciatura), Jornalismo, Letras-inglês (licenciatura), Matemática (licenciatura), Música (licenciatura), Negócios Internacionais, Pedagocia, Publicidade e Propaganda, Química (Bacharelado), Rádio, TV e Internet, Sistemas de Informação, Design Gráfico, Fotografia, Gastronomia e Redes de Computadores.

O curso matutino de Educação Física também foi encerrado no Taquaral. A universidade vai criar uma comissão especial para realizar a transferências dos alunos matriculados atualmente nas turmas afetadas.

O LIBERAL já havia antecipado nesta quinta-feira o encerramento das atividades no campus de Santa Bárbara d’Oeste – nesse caso, os estudantes serão recebidos pela FAM (Faculdade de Americana).

O que diz a Unimep

Em nota divulgada por sua assessoria de imprensa na manhã desta sexta-feira, a Unimep informou que tem enfrentado, ao longo dos últimos anos, enormes dificuldades financeiras por conta do fluxo de caixa, pelo aumento da concorrência ou pela situação econômica em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Com essas medidas, a Unimep busca o equilíbrio financeiro e a retomada do crescimento, a partir da oferta de cursos sustentáveis e alinhados ao seu reposicionamento, garantindo o oferecimento de sua tradicional, reconhecida e inquestionável qualidade de ensino superior”, diz a nota.

A instituição de ensino ainda afirma que vai entrar em contato com os alunos matriculados nos cursos desativados para oferecer alternativas para conclusão de seus estudos.

CONFIRA NA ÍNTEGRA A NOTA DA UNIMEP

A fundação do Colégio Piracicabano em 1881 marca o início da missão metodista na área educacional no país. A Universidade Metodista de Piracicaba é um dos resultados dessa iniciativa.

Os primeiros cursos superiores tiveram início em 1964 e, desde então, pautados na missão institucional de educar com qualidade, seguiu realizando revisão constante do seu portfólio de cursos, inovando e formando profissionais, pesquisadores, professores e técnicos, nas diferentes áreas de conhecimento.

A Universidade, no entanto, tem enfrentado ao longo dos anos enormes dificuldades financeiras, seja por ações gerenciais que comprometeram seu fluxo de caixa, seja pela deterioração da educação superior com o expressivo aumento da concorrência com oferta de cursos com qualidade questionável, seja pela situação macroeconômica interna e externa, atingindo o ápice com a pandemia de COVID-19.

Desta forma, buscando seu reposicionamento e fortalecimento, com ênfase na inovação e na sustentabilidade institucional, com a mudança na gestão estratégica das mantenedoras das Instituições Educacionais Metodistas desde 2020, ações como otimização dos cursos de graduação oferecidos pela Unimep estão sendo tomadas, permitindo uma melhor adequação ao contexto regional e ao cenário nacional da Educação Superior.

Com essas medidas, a Unimep busca o equilíbrio financeiro e a retomada do crescimento, a partir da oferta de cursos sustentáveis e alinhados ao seu reposicionamento, garantindo o oferecimento de sua tradicional, reconhecida e inquestionável qualidade de ensino superior.

Conforme o Diretor-Geral e o Reitor Interino da Unimep, “estamos passando por um processo de reestruturação nesse momento, necessário para a sustentabilidade da Instituição”.

Acreditamos que os diferenciais de qualidade da universidade permitem planejar e realizar ações que possibilitem a sua continuidade e os investimentos necessários para o seu reposicionamento.

Os alunos matriculados e vinculados aos semestres em andamento dos cursos que tiveram alterações propostas serão contatados para serem orientados quanto aos procedimentos necessários, com vistas ao oferecimento de alternativas para a conclusão dos seus estudos.

Publicidade