Acidente na Rodovia Anhanguera deixa 11 feridos em Campinas

Cinco crianças estavam entre os ocupantes dos três veículos envolvidos na colisão; vítimas foram encaminhadas aos hospitais da região


Foto: Polícia Rodoviária / Divulgação
Ao todo, 11 pessoas ficaram feridas, quatro em estado grave

Um acidente envolvendo três veículos na Rodovia Anhanguera, em Campinas (SP), deixou 11 pessoas feridas na madrugada desta quarta-feira (02). A CCR Autoban, concessionária que administra a via, o Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) atuaram na remoção e encaminhamento das vítimas ao Hospital Estadual de Sumaré, da Unicamp, e a Unidade de Pronto-Atendimento de Sumaré.

Foto: Polícia Rodoviária / Divulgação
Um Fiat Palio seguia sentido São Paulo, quando o motorista perdeu o controle do veículo, cruzou o canteiro central

O acidente ocorreu no km 108, por volta de 1h40. Segundo informações da concessionária, um Fiat Palio seguia sentido São Paulo, quando o motorista perdeu o controle do veículo, cruzou o canteiro central e bateu contra um Renault Logan, que seguia sentido interior. Um terceiro veículo, que vinha logo atrás, também se envolveu na colisão.

Ao todo, 11 pessoas ficaram feridas. A Polícia Rodoviária informou que cinco crianças estavam entre os ocupantes dos veículos e que duas delas se feriram com gravidade. O Hospital de Sumaré e o Hospital das Clínicas, ambos da Unicamp, atenderam sete dos 11 feridos, segundo a assessoria de imprensa. Dentre elas, quatro crianças e três adultos – somente uma das crianças segue em estado grave. A assessoria da Unicamp confirmou ao LIBERAL que nenhuma das vítimas atendidas é da região.

Foto: Polícia Rodoviária / Divulgação
Um terceiro veículo, que vinha logo atrás, também se envolveu na colisão.

A Unidade de Pronto-Atendimento de Sumaré também recebeu outros ocupantes dos veículos envolvidos na colisão após o resgate realizado pelo Corpo de Bombeiros, em conjunto com a Autoban e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A reportagem do LIBERAL entrou em contato com a Autoban, o Samu e a assessoria de imprensa da Unicamp, mas eles não forneceram a identificação das vítimas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!