A duas semanas do fim, campanha vacinou 75% na região

Meta é proteger 90% do público-alvo contra gripe; cidade com menor percentual na região é Americana, que vacinou somente 53%


A duas semanas do fim da campanha nacional contra gripe, apenas 75% do público-alvo da RPT (Região do Polo Têxtil) se vacinou contra a doença. A meta do Ministério da Saúde é que 90% das populações consideradas prioritárias recebam a dose, o que na região corresponde a 201 mil pessoas. Até o momento, foram aplicadas 152 mil doses.

Americana aparece com a pior cobertura vacinal até o momento na região – apenas 53%. Na cidade, os grupos prioritários com pior índice de vacinação são professores e portadores de doenças crônicas (ambos com 30%). Na outra ponta, o público-alvo com maior comparecimento são os idosos (63% já se vacinou).

O município com maior percentual de imunização até o momento é Hortolândia, que chegou a 88%. Em Nova Odessa, a cobertura chegou a 75%. Sumaré e Santa Bárbara d’Oeste vacinaram, respectivamente, 64% e 60%.

A campanha segue até 31 de maio com o objetivo de vacinar crianças na faixa etária de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes e mulheres que deram a luz em um período de até 45 dias, idosos, trabalhadores da saúde, professores, portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas.

CARCERÁRIA

A população carcerária do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Americana foi vacinada em ação realizada pela SAP (Secretaria de Administração Penitenciária). Nos dias 29 e 30 de abril 965 pessoas receberam as doses, o que representa a totalidade dos detentos da unidade.

Nos dias 6 e 7 de maio, foram vacinados todos os funcionários da unidade, totalizando 185 pessoas protegidas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora