Vigilante é feito refém por 10 horas em empresa de Nova Odessa

Assaltantes estava fortemente armados com revólveres e pistolas segundo relatos da vítima


Um vigilante de 49 anos foi mantido refém por mais de 10 horas na empresa em que trabalha, localizada na Rodovia Rodolfo Kivitz, em Nova Odessa. O grupo estava fortemente armado, segundo informações da vítima. Um trator modelo pá carregadeira foi levado pelos bandidos.

Foto: Arquivo / O Liberal
Vigilante procurou a polícia assim que os assaltantes saíram da fábrica

De acordo com o registro policial, o vigilante estava em seu horário de janta na empresa de usinagem de asfalto, por volta das 21h, quando foi abordado por três homens fortemente armados com pistolas e revólveres. Ele disse ainda que haviam mais pessoas no roubo, mas não soube precisar a quantidade exata de envolvidos.

Após a abordagem agressiva, os assaltantes colocaram um capuz no vigilante e o ameaçaram de morte.

O vigilante relatou à Polícia Civil que os ladrões se comunicavam por celulares e contou também que ouviu barulho de motores do lado de fora da empresa.

Por volta das 7h40 da manhã, o grupo deixou o local, levando um trator modelo pá escavadeira. O funcionário não soube informar como os bandidos conseguiram levar o maquinário. Depois que os bandidos fugiram, ele se dirigiu à delegacia do município para o registro da ocorrência, e como estava abalado emocionalmente, foi orientado pela polícia a procurar um hospital.

Devido ao seu estado emocional, o vigilante não conseguiu descrever os assaltantes, tampouco fazer reconhecimento fotográfico. Até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso.

O maquinário possui seguro e a empresa não conta com videomonitoramento, de acordo com informações de um representante da empresa de usinagem de asfalto.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora