29 de setembro de 2020 Atualizado 22:58

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

ELEIÇÕES 2020

Tiago Lobo é confirmado como candidato a prefeito de Nova Odessa

Vereador diz que não houve consenso com outros nomes da oposição para uma chapa unificada; Doá Camilotti é o vice

Por André Rossi

16 set 2020 às 15:45 • Última atualização 16 set 2020 às 22:10

O vereador Tiago Lobo (PV) foi confirmado como candidato a prefeito de Nova Odessa nesta terça-feira (15). A convenção do partido definiu o empresário Doá Camilotti (PV) como vice-prefeito.

A coligação formada com o PSB recebeu o nome de “Nova Odessa Para Todos”. Serão 14 candidatos a vereador.

Tiago Lobo e Doá Camilotti são a dupla do PV para as eleições – Foto: Diego Spessato / Divulgação

Em entrevista ao LIBERAL, Tiago admitiu que não houve consenso na oposição para a formação de uma chapa unificada. O vereador oposicionista Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD), vai concorrer para prefeito, mas o vice ainda não foi definido. Já a parlamentar Carla Lucena (PL) desistiu da campanha.

A outra força de oposição da cidade, o médico Nivaldo Luis Rodrigues, o Dr. Nivaldo (Republicanos) também resolveu testar as urnas “sozinho”. Seu vice é o pastor Wagner Longhi (Cidadania).

“Nós conversamos até os últimos dias. Os dois [Leitinho e Carla] não queriam abrir mão, o Dr. Nivaldo também não, de se formar uma coalizão em torno de dois nomes. A gente queria discutir um projeto e infelizmente, o pessoal estava mais preocupado com quem ia ser o prefeito”, afirmou Tiago.

O vereador tem como pilares de sua campanha o aprimoramento da saúde, o abastecimento de água na cidade e a geração de emprego. Apesar da falta de união da oposição, ele acredita que é possível superar o médico José Lourenço Jorge Alvarenga, o Dr. Lourenço (PSDB), sucessor do prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB).

“As pesquisas mostram que é totalmente possível um candidato da oposição chegar a vitória por dois fatores específicos. O primeiro é que o Bill já é um prefeito eleito, não vai para a reeleição e a transferência de votos para o Dr. Lourenço é baixa. O segundo ponto é que você tem os dois vereadores mais votados [Leitinho e ele] na disputa”, avaliou Tiago.

A escolha de Doá Camilotti para vice se deu na convenção do PV. O empresário de 50 anos já concorreu como vice-prefeito nas eleições de 1992, na chapa encabeçada por Osvaldo Padovan, que não se elegeu.

Publicidade