Prefeitura descarta faixa elevada na Avenida Ampélio Gazzetta

Conselho Nacional de Trânsito veta instalação em via com faixa ou pista exclusiva para ônibus, como é o caso da avenida


Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal.JPG
Motivo é que o Contran veta a instalação em vias com faixa ou pista exclusiva para ônibus

A Prefeitura de Nova Odessa descartou a possibilidade de implantar uma faixa elevada para travessia de pedestres na Avenida Ampélio Gazzeta, na frente do Supermercado Pague Menos. O motivo é que o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) veta a instalação em vias com faixa ou pista exclusiva para ônibus.

A demanda pela implantação da faixa elevada havia sido apontada pelo vereador Sebastião Gomes dos Santos, o Tiãozinho do Klavin (MDB), em maio de 2018. Na época, a prefeitura afirmou que a Diretoria de Segurança de Trânsito realizaria estudos para checar a viabilidade da proposta.

Passado mais de um ano sem resposta, o parlamentar apresentou novo requerimento no dia 26 de setembro. No documento, Tiãozinho cobra da prefeitura o resultado do estudo que seria desenvolvido.

Questionada pelo LIBERAL, a prefeitura disse que a instalação está descarta. “De acordo com o artigo 5º, inciso V, da Resolução 738 do Contran, não é permitida a instalação de faixa elevada em via com faixa ou pista exclusiva para ônibus, como é o caso da Avenida Ampélio Gazzetta, que integra o Corredor Metropolitano”, traz a nota.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora