Prefeitura fará troca de rede de água no Santa Rosa

Coden recebeu uma verba de R$ 2,4 milhões para substituir 7,6 mil metros da rede de distribuição de água tratada do bairro


A Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa) anunciou a obtenção de uma verba de R$ 2,4 milhões para substituir 7,6 mil metros da rede de distribuição de água tratada e de 1.298 ligações domiciliares no Jardim Santa Rosa. A autarquia é responsável pelos serviços na cidade. A expectativa é que o convênio seja assinado até o final do ano e o próximo passo será então a abertura de licitação para a obra.

O recurso vem da cobrança pelo uso da água e foi liberado pela Agência das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. O município deve aportar uma contrapartida de R$ 539 mil.

Foto: Coden / Divulgação
O projeto faz parte do plano de redução de perdas hídricas de Nova Odessa

O projeto faz parte do plano de redução de perdas hídricas de Nova Odessa, já que, hoje, a rede de distribuição do bairro é de cimento e PVC, material mais sujeito a desgaste. Dentre as substituições realizadas anteriormente pela Coden estão os bairros Jardim Bela Vista, Santa Rosa (parte inicial), Éden, Vila Azenha, Flórida, Fadel, São Manoel, São Jorge e Centro. A medida é necessária devido ao alto índice de vazamentos no trecho, que se intensificou após a substituição da rede na região. O fato ocorre devido ao aumento da pressão da rede de água.

“O objetivo na troca de rede é modernizar o material e evitar vazamentos, o que contribui na redução das perdas físicas de água tratada. As tubulações de PVC, da rede, e de ferro galvanizado, das ligações domiciliares, serão substituídas por PEAD (Polietileno de Alta Densidade), material com maior durabilidade e garantia de 100 anos”, destaca o diretor-presidente da Coden, Ricardo Ongaro.

O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB), que também é presidente do Consórcio PCJ, ressalta a importância da obra. “É um investimento que vai economizar este bem tão precioso que é a água”, frisa.
Recentemente as perdas de água tratada na rede em Nova Odessa foram reduzidas para 25%. A ideia é chegar ao índice de 20%, meta do Plano Diretor de Combate às Perdas de Água Tratada, até o ano 2020.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!