06 de julho de 2020 Atualizado 22:20

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Investigação

Polícia procura dupla que espancou moradores de rua em Nova Odessa

Agressão foi cometida por outros moradores de rua para “defender” a área em que ficam

Por George Aravanis

27 Maio 2020 às 19:28 • Última atualização 27 Maio 2020 às 19:40

A Polícia Civil de Nova Odessa busca imagens de câmeras de segurança para identificar uma dupla que espancou dois moradores de rua na Praça Central da cidade, no dia 12 de maio.

Moradores de rua foram agredidos na Praça Central de Nova Odessa – Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação

A polícia apurou que a agressão foi cometida por outros moradores de rua para “defender” a área em que ficam, segundo o investigador Marcos Mela. O caso foi registrado como tentativa de homicídio.

Um dos homens, de 46 anos, está em coma no HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp, segundo sua irmã. Ele teve traumatismo cranioencefálico, clavícula e costela fraturadas e tinha sinais de perfuração com arma branca.

A assessoria de imprensa do hospital informou que só conseguiria checar o estado de saúde do homem nesta quinta-feira.

A outra vítima, de 34 anos, está internada no Hospital Municipal Acílio Carreon Garcia, com quadro estável.

Este último contou à polícia que ele e o colega estavam na praça quando foram agredidos por dois desconhecidos. Ele disse que fugiu do local após as agressões e não teve mais contato com o outro morador de rua agredido. Também afirmou que não sabia do motivo das agressões.

A irmã do homem de 46 anos contou ao LIBERAL que soube do caso no dia 15 de maio, ao ser contatada pelo hospital. Ela disse que o irmão trabalhava como pedreiro em São Paulo e, no começo da pandemia, se mudou para Nova Odessa.

Poucos dias depois, passou a viver na rua – ela descobriu isso ao vê-lo pedindo dinheiro nas ruas. Ele é usuário de álcool. A irmã disse não desconfiar do motivo do ataque.

Podcast Além da Capa
Solidariedade e apoio aos necessitados marcam a luta contra o novo coronavírus (Covid-19) nas periferias da RPT (Região do Polo Têxtil). O LIBERAL visitou moradores do acampamento Roseli Nunes e da favela Zincão, em Americana, e da ocupação Vila Soma, em Sumaré, e observou como eles se unem para enfrentar as dificuldades provocadas pela pandemia. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira recebe o repórter André Rossi, que esteve nas comunidades, para repercutir essa apuração.