Parceria viabiliza 1º parque linear de Nova Odessa

Loteadora vai investir R$ 1,5 milhão para transformar área de 20 mil metros quadrados em espaço de lazer


Uma parceria entre a Prefeitura de Nova Odessa e os proprietários de um loteamento vai permitir a construção do primeiro parque linear da cidade. Como contrapartida ao empreendimento imobiliário aprovado esta semana, a empresa investirá R$ 1,5 milhão para transformar uma área de 20 mil metros quadrados na região do São Manoel em um espaço de lazer.

Parques lineares são intervenções urbanísticas executadas ao longo de cursos d’água, como rios e córregos. As principais características são o terreno com o comprimento maior do que a largura e a conexão hídrica, que permite proteger e recuperar o ecossistema e também controlar inundações.

Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação
Diretor municipal de Obras, Erik Ortolano (à dir.) e o secretário de Obras de Nova Odessa, Elvis Ricardo, discutem o projeto

O de Nova Odessa “começa” em frente ao ginásio de esportes Adriana Daniel Camargo, na Rua Sigesmundo Andermann, e se estenderá até Rua Paschoal Piconi. O espaço deve contar com pistas de caminhada e skate, quadra de futebol de areia, playground, quiosques e uma academia ao ar livre.

“Tínhamos esse projeto em mente praticamente desde o começo do governo. Cadastramos ele no governo federal para tentar captar recursos, mas não foi liberado. Em parceria com os empreendedores, poderemos executar a primeira fase do parque”, explica o diretor municipal de Obras, Erik Ortolano.

O córrego que corta a área receberá um tratamento com “gabiões” – estruturas armadas e drenantes, feitas com arames e pedras. O licenciamento ambiental para essas intervenções já foi iniciado pela Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa), responsável pelos serviços de água e esgoto da cidade.

Pelo acordo entre prefeitura e loteadora, as obras no local devem começar em um prazo máximo de seis meses, contados a partir do registro do loteamento do Cartório de Imóveis. A expectativa é de que a construção seja concluída em oito meses. “Até o final de 2019 é possível ter esse parque pronto e entregue para a população. Acreditamos que ele será muito utilizado por moradores de todas as regiões da cidade, por se tratar de um local de fácil acesso”, avalia o secretário de Obras, Elvis Ricardo Garcia, o Pelé.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!