Para polícia, Carol Moura confessou que tirou tags de roupas furtadas

Depoimento foi dado quando a secretária de Desenvolvimento Econômico foi detida por furtar peças em uma loja em Campinas


Ré em ação penal por furto qualificado, a secretária de Desenvolvimento Econômico de Nova Odessa e vereadora licenciada, Carol Moura, disse para a polícia, quando foi presa, que “sem pensar com clareza, decidiu retirar os dispositivos e colocar as peças na bolsa”. Nesta segunda-feira, a Prefeitura de Nova Odessa disse que Moura pediu afastamento do cargo de secretária por 30 dias por motivos de saúde.

Nesta segunda, o LIBERAL revelou que Carol Moura foi detida, em flagrante, no dia 17 de fevereiro tentando levar cinco peças de roupa de uma loja no Parque Dom Pedro Shopping, em Campinas. Ela passou a noite da Cadeia Feminina de Paulínia e foi liberada, no dia seguinte, após uma audiência de custódia. O juiz de plantão determinou pagamento de fiança, no valor de um salário-mínimo.

Foto: Reprodução
Carol Moura passou noite na cadeia depois de ser detida

Segundo a denúncia, Carol teria levado as peças para o provador, retirado os dispositivos de alarme e deixado a loja. Ao ser questionada por uma funcionária, ela devolveu duas peças e saiu correndo. Interceptada por um segurança, devolveu outras três e se ofereceu para pagar pela mercadoria, que custava R$ 925.

O advogado dela, Bittencourt Leon Denis de Oliveira Junior, disse que o caso é um mal-entendido. “Ela ouviu um aviso de que a loja estava para fechar e saiu. Depois se ofereceu para pagar, mas a Polícia Militar não permitiu”, disse.

Apesar de a cliente ter admitido, em depoimento à Polícia Civil, que retirou os dispositivos de alarme das peças de roupa, o advogado negou que isso tenha acontecido.

“Foi um equívoco. Tanto não retirou (dispositivos) que, quando ela saiu da loja, o alarme disparou. Os depoimentos das funcionárias das lojas são nesse sentido. Isso será provado durante o processo”, completou.

A reportagem fez contato com a secretária ao longo do dia em seu celular, mas as ligações caíram na caixa postal.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB) se disse surpreendido. “Ao saber dos fatos pela imprensa, imediatamente o prefeito solicitou a presença da secretária em seu gabinete. Contudo, foi nesse momento também que o chefe do Poder Executivo tomou conhecimento que Carol Moura já havia apresentado um pedido de afastamento de suas atividades por motivos de saúde”.

A assessoria informou, ainda, que Bill “não compactua com nenhuma conduta irregular, mesmo fora de sua administração” e se reunirá nesta terça com a secretária se ela “reunir condições de saúde”.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!