08 de julho de 2020 Atualizado 22:08

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

PLANO SP

Nova Odessa descarta liberar atividades não previstas pelo Estado

Possibilidade foi analisada nesta quinta-feira pelo gabinete de crise, mas acabou descartada

Por André Rossi

29 Maio 2020 às 08:05 • Última atualização 29 Maio 2020 às 08:50

A Prefeitura de Nova Odessa disse nesta quinta-feira que não vai autorizar o funcionamento de atividades que não estejam previstas na fase 2 do “Plano São Paulo”.

A possibilidade foi discutida pelo Gabinete de Crise, Prevenção e Reação ao novo coronavírus (Covid-19), mas acabou descartada.

As cinco cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) integram região do DRS (Departamento Regional de Saúde) de Campinas, que está na cor laranja e pode fazer a abertura gradual de shoppings center, imobiliárias, concessionárias, escritórios e lojas de rua a partir de segunda-feira.

Prefeito de Nova Odessa, junto ao Gabinete de Crise, Prevenção e Reação ao novo coronavírus, elabora as regras de reabertura – Foto: Arquivo / O Liberal

Em Campinas, por exemplo, o prefeito Jonas Donizette (PSB) informou que além das atividades da fase 2, também vai autorizar o funcionamento de bares e restaurantes no horário do almoço, com apenas 30% da capacidade e sem trabalhadores acima dos 60 anos. Tais segmentos só estão previstos na fase 3.

Nova Odessa, por outro lado, confirmou que trabalha na elaboração de um decreto para liberar apenas as atividades autorizados na fase 2. O documento deve ser publicado até sábado.

“Estamos assistindo, pela primeira vez, um aumento de casos do novo coronavírus, o que nos impede, neste momento, de tomar decisões diferentes do que foi proposto pelo Estado”, justificou o secretário de Governo, Eduardo Gazzetta.

Por ora, a prefeitura adianta que os estabelecimentos deverão disponibilizar álcool em gel para funcionários e clientes, além de exigir o uso de máscaras e controlar o fluxo de pessoas. Entretanto, orientações mais específicas por setor devem constar no futuro decreto.

Já as demais cidades da RPT ainda analisam as determinações do Estado para liberarem as atividades nos municípios. A expectativa é de que os detalhes sejam revelados nesta sexta-feira.

Podcast Além da Capa
Solidariedade e apoio aos necessitados marcam a luta contra o novo coronavírus (Covid-19) nas periferias da RPT (Região do Polo Têxtil). O LIBERAL visitou moradores do acampamento Roseli Nunes e da favela Zincão, em Americana, e da ocupação Vila Soma, em Sumaré, e observou como eles se unem para enfrentar as dificuldades provocadas pela pandemia. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira recebe o repórter André Rossi, que esteve nas comunidades, para repercutir essa apuração.