Nova Odessa antecipa bloqueio de remédios a quem não fez recadastramento

A partir de 15 de novembro, pessoas que não possuírem o Cartão + Saúde não poderão retirar remédios na Farmácia Central e de Alto Custo


Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação
Município realiza desde dezembro do ano passado o recadastramento dos usuários da rede pública

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa antecipou para o dia 15 de novembro o bloqueio na Farmácia Central e de Alto Custo para os pacientes da rede pública que ainda não fizeram o recadastramento. A medida passaria a valer apenas no dia 15 de dezembro, mas foi adiantada para que a prefeitura planeje de forma mais detalhada a compra de medicamentos para o próximo ano.

A partir dessa data, os pacientes que não tiverem o Cartão + Saúde também não poderão mais ser atendidos em postos de saúde. Essa medida já estava previsto no cronograma da Secretaria de Saúde.

O município realiza desde dezembro do ano passado o recadastramento dos usuários da rede pública. Secretário de Saúde, Vanderlei Cocato explicou que a prefeitura tem informado a população que iria, com o passar dos meses, bloquear serviços a quem não possuísse o cartão.

“Faço questão de ressaltar que, em nenhum momento queremos causar qualquer tipo de transtorno ao usuário da rede pública, mas, sim, garantir o melhor e mais humanizado atendimento para quem realmente é de Nova Odessa”, destacou.

De acordo com dados da Secretaria de Saúde, mais de 28,9 mil usuários da rede pública já foram recadastrados. Desse total, 57% são mulheres e 43% são homens. Os bairros com maior número de moradores recadastrados são: Santa Rosa (2.120), São Jorge (2.120) e São Manoel (1.760).

“Nós já conseguimos perceber, com esse trabalho, que houve uma redução nos atendimentos de pessoas de outras cidades no nosso sistema de saúde como um todo, em relação a consultas no pronto-socorro e solicitação de exames. E esse movimento tende a cair ainda mais”, afirmou Cocato. A reportagem pediu para a prefeitura quantificar a redução, mas não houve resposta até a publicação desta reportagem.

A Central de Atendimento da Saúde, onde o Cartão +Saúde é emitido, funciona na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do CTVP (Centro de Treinamento e Valorização Profissional), que fica na Avenida Eddy de Freitas Crissiúma, 150, atrás do Hospital e Maternidade Municipal e da Prefeitura. Para retirar o cartão, basta o usuário da rede pública procurar a Central com RG (original), CPF (original) e comprovante de endereço no nome do requerente.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora