Multinacional IBS vai investir R$ 10 milhões e abrir 20 vagas

Empresa multinacional fabricante de produtos para papel e celulose vai abrir unidade em Nova Odessa; operação da nova planta começa no mês de dezembro


A IBS do Brasil Tecnologia em Papel, multinacional austríaca fabricante de produtos para o setor de papel e celulose, vai construir uma unidade em Nova Odessa. A empresa vai investir R$ 10 milhões na construção da fábrica e gerar 20 empregos diretos. A estimativa é que a unidade inicie os trabalhos até dezembro.

As contratações devem ocorrer ao longo dos próximos dois ou três anos. As vagas abertas serão nas áreas de produção, administrativo, prestação de serviços e assistência técnica.

Foto: IBS/Divulgação
Empresa vai abrir unidade em Nova Odessa

A empresa faz parte do grupo IBS Paper Performance Group e já tem uma unidade em Americana. Com a nova fábrica, a IBS vai dobrar sua capacidade produtiva na região.

Diretor técnico e de vendas da unidade de Americana, Vanderlei Santos Silva explicou que existem no Brasil e na América Latina quase 500 empresas na área de papel e celulose. A empresa enxerga um grande potencial desse mercado, que inclui fabricantes de papel branco, marrom, cartolinas e papeis especiais – como papel higiênico e absorventes.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

“Para o nosso mercado, isso é bem interessante, porque nosso carro chefe são elementos cerâmicos usados nessas máquinas. Vemos grande potencial e por isso queremos ampliar nosso negócio, essa é a meta de nossa matriz austríaca”, declarou o diretor.

A construção da fábrica em Nova Odessa ainda não teve início. A empresa está na fase final de aprovação de documentação e Silva acredita que os trabalhos vão começar em duas semanas.

A empresa terá 3,8 mil metros quadrados, mesmo tamanho da fábrica em Americana. O terreno onde ela será construída tem 5 mil metros quadrados e fica no condomínio empresarial Park Anhanguera, em Nova Odessa.

Foto: Prefeitura de Nova Odessa/Divulgação
Representantes da IBS do Brasil Tecnologia em Papel apresentaram empreendimento à prefeitura

A localização da empresa, próximo à Rodovia Anhanguera, foi um fator decisivo na escolha pela cidade.

“Estamos falando de peças que vão de dois até 15 metros de comprimento, por largura de até dois metros. Sao peças grandes e que precisam ser transportadas em carretas ou caminhões grandes, por isso é importante essa facilidade de acesso ao eixo rodoviário”, explicou Silva.

A vinda da IBS para Nova Odessa contou com apoio da InvestSP, empresa ligada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento.

“Trabalhamos há bastante tempo com a empresa para localizar uma área adequada para o seu empreendimento. Com um cenário econômico mais claro, a empresa decidiu que era o momento de fazer o investimento, algo muito positivo para Nova Odessa e para o Estado de São Paulo” afirmou o presidente da InvestSP, Wilson Mello.

“Temos tudo que o empresariado procura: excelente localização, mão de obra qualificada, água de qualidade, enfim, toda infraestrutura necessária”, declarou o prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB), que recebeu em seu gabinete nesta segunda-feira o diretor comercial da IBS, Andreas Josef Muhr, e Flávia Quaino, finance accounting do grupo no Brasil.

MULTINACIONAL

A unidade de Americana foi inaugurada em 2007 e conta com 16 funcionários. O Grupo IBS PPG, que está em atividade há 53 anos anos, possui 20 unidades ao redor do mundo e conta com cerca de 800 profissionais.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição desta semana do podcast “Além da Capa” aborda substituição da mão de obra de pessoas mais velhas por outras mais novas na RPT (Região do Polo Têxtil). Ouça:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora