04 de junho de 2020 Atualizado 17:04

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Morador de asilo em Nova Odessa morreu com coronavírus

Idoso de 76 anos morreu na última segunda-feira e confirmação da doença foi recebida nesta quinta

Por Marina Zanaki

08 Maio 2020 às 19:08

A Prefeitura de Nova Odessa confirmou nesta sexta-feira (8) que a morte de um idoso de 76 anos, que morava em uma casa de repouso na cidade, foi provocada pelo novo coronavirus (Covid-19). Esta é a segunda vítima fatal da doença no município, que contabiliza 13 casos positivos.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o idoso procurou a Unidade Respiratória na segunda-feira (4) com quadro respiratório grave e precisou ser entubado. Ele sofreu parada cardiorrespiratória e morreu no início da noite. O paciente tinha histórico de obesidade, uma comorbidade para a Covid-19.

No dia seguinte à morte, agentes da Secretaria de Saúde estiveram na casa de repouso onde ele morava. A instituição é formada por dois imóveis – o paciente vivia sozinho em um deles e outras seis idosas, em outro.

CASA
Logo após a confirmação do óbito por coronavírus, nas primeiras horas da manhã desta sexta, equipes das vigilâncias Sanitária e Epidemiológica, na companhia do secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, foram à casa de repouso.

“Assim que recebemos a notificação do GVE Campinas (Grupo de Vigilância Epidemiológica), braço regional da Secretaria Estadual de Saúde, desencadeamos imediatamente um conjunto de ações para garantir a integridade das moradoras e funcionários da casa de repouso”, explicou Cocato.

Os agentes sanitários visitaram a casa e não constataram irregularidades no estabelecimento, que é particular, tem licença de funcionamento emitida pelo município e atende seis mulheres.

“O estabelecimento tem sido monitorado pela secretaria desde o início da pandemia, quando elaboramos um amplo protocolo de atendimento de casos e identificação de suspeitas de coronavírus no município. É uma casa bem estruturada, com quatro funcionários e rígidas rotinas de limpeza e higiene pessoal de clientes e funcionários”, afirmou a diretora de Vigilância em Saúde do município, Priscilla Amaral Rangel Belmonte.

Em outra frente, profissionais da Vigilância Epidemiológica examinaram as residentes e não encontraram ninguém com sintomas de gripe.

“Em princípio parece se tratar de um caso isolado. No entanto, orientamos os funcionários a reforçarem os cuidados com higiene pessoal e limpeza do ambiente e a adotarem o uso de máscaras nos moradores. Vamos testar os quatro funcionários e as seis idosas, conforme estabelece o protocolo”, reforçou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura, Paula Mestriner.

FISCALIZAÇÃO
Para garantir a segurança de moradores e funcionários, a Vigilância Sanitária iniciou nesta sexta a fiscalização dos outros cinco asilos registrados na cidade.

A ação é uma resposta à segunda morte por Covid-19 no município e visa reforçar junto aos gestores a importância do cumprimento de medidas de distanciamento, higiene e limpeza, conforme recomendação feita aos responsáveis pelas casas, em reunião realizada em março.

A partir desse encontro, os seis asilos passaram a ser acompanhados por equipes volantes do Setor de Atenção Básica da Secretaria de Saúde.

*Com informações da Prefeitura de Nova Odessa.