04 de julho de 2020 Atualizado 00:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

REABERTURA

Maior parte do comércio de Nova Odessa abre das 13 às 17 horas

Comerciantes do município podem abrir e fechar as portas no horário que preferirem, mas devem respeitar o limite de quatro horas

Por Rodrigo Alonso

02 jun 2020 às 19:32 • Última atualização 02 jun 2020 às 19:38

A maioria dos estabelecimentos comerciais está funcionando das 13 às 17 horas em Nova Odessa, segundo a prefeitura. Nesta terça-feira (2), a Vigilância Sanitária realizou uma ação de fiscalização e orientação de lojistas sobre a reabertura parcial do comércio no município.

Fiscais fiscalizaram e orientaram lojistas nesta terça – Foto: Divulgação / Prefeitura de Nova Odessa

A flexibilização faz parte do Plano São Paulo, que limita em quatro horas o horário de funcionamento de serviços não essenciais na RPT (Região do Polo Têxtil).

As prefeituras poderiam determinar o horário de início e encerramento do expediente nas respectivas cidades. No entanto, a administração de Nova Odessa não fez nenhuma exigência nesse sentido.

Os comerciantes, então, podem abrir e fechar as portas quando bem entenderem, desde que respeitem o período máximo de quatro horas. A maior parte decidiu trabalhar das 13 às 17 horas, mas também há aqueles que optaram pelo período da manhã.

“Verificamos que o período máximo de funcionamento, de quatro horas seguidas, está sendo respeitado pelos lojistas. Isso é muito importante neste momento de transição e avaliação”, disse a diretora da Vigilância em Saúde, Priscilla Amaral Rangel Belmonte.

Na ação desta terça, os fiscais orientaram empresários, gerentes e funcionários quanto a medidas preventivas que evitam a propagação do novo coronavírus (Covid-19). Portaria expedida pela Secretaria Municipal de Saúde no último sábado impõe normas que devem ser seguidas pelos estabelecimentos.

“Percebemos que a maioria está se adequando ao decreto, adotando medidas de controle de acesso, limitação do número de clientes e investindo na aquisição de termômetros [para aferição da temperatura dos consumidores]”, afirmou Priscilla.

Durante a fiscalização, que contou com apoio da GCM (Guarda Civil Municipal), também houve distribuição de máscaras a pedestres. A maioria das pessoas abordadas, porém, já usava a proteção, de acordo com o Executivo.

A cidade soma 40 contaminações por Covid-19, com duas mortes. Entre os moradores infectados, 13 já se curaram. O município tem, ainda, 21 casos suspeitos em investigação, o que inclui dois óbitos.