01 de dezembro de 2020 Atualizado 11:46

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Nova Odessa

Leitinho quer UTI, nova represa e rever contratos

Dr. Nivaldo, que apoiou sua candidatura, vai ser escolhido para a pasta da Saúde

Por Talita Bristotti

17 nov 2020 às 08:37 • Última atualização 17 nov 2020 às 08:42

Eleito prefeito em Nova Odessa, Claudio José Schooder, o Leitinho (PSD), disse que vai rever contratos para enxugar o orçamento e se reunir com empresários que construíram empreendimentos habitacionais para viabilizar uma nova represa. O prefeito eleito elencou como prioridade também a implantação de uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Para esse último projeto ele deve contar com Dr. Nivaldo, que será indicado para a Secretaria de Saúde. O apoio do médico à sua candidatura na reta final foi decisivo.

“Vimos que a população quis uma mudança e pegou de surpresa todo mundo. Não só eu, que até agora não caiu a minha ficha, que sou prefeito, mas todo o grupo político da oposição. Isso é uma vitória da democracia, da população, que quer uma mudança”, avaliou.

Leitinho falou em implantar uma UTI – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Leitinho recebeu 12.071 votos. A diferença entre ele e Dr. Lourenço (PSDB), candidato apoiado pelo atual prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB), foi de 1.879 votos.

Ele creditou essa diferença ao apoio de Dr. Nivaldo e às tentativas de “denegrir sua imagem”, como distribuição de panfletos e uma rádio online. “A população não aceita mais essa mania de atacar o adversário”, disse.
Para a Educação, ele deve indicar Assis das Neves Grillo, que já chefiou a pasta, e o diretor de escola José Jorge Teixeira.

Sobre a formação da nova câmara, 6 dos 9 vereadores eleitos são de oposição. Além da reeleição de Tiãozinho do Klavin e Pelé, o PSDB elegeu Wagner Morais, que trabalhava como secretário de Governo de Bill. A oposição conta ainda com Oseias Jorge e Levi Tosta, ambos do DEM, e Paulo Bichof (PODE).

“Vamos consolidar um grupo de base para defender as causas sociais, projetos de lei, requerimentos e fiscalização do dinheiro público, formando um bloco atento para que a cidade não perca a qualidade de vida que ganhou durante esses anos. Não é só ser oposição, vamos defender as causas da população”, disse Wagner Morais.

“A primeira coisa é votar a favor do que a população precisa e anseia. Uma oposição que seja inteligente, saiba a direção para onde seguir”, disse Paulo Bichof.

A base de Leitinho será formada pelo Professor Antonio (PSD) e Márcia Rebeschini (PV). “Quero trazer o Senai de volta para Nova Odessa, porque ele qualifica. A dificuldade dos jovens é o primeiro emprego, a cidade não dá hoje nenhuma base”, disse Márcia.

O vereador mais votado na cidade, Cabo Natal (Avante), busca ser eleito presidente da Câmara de Nova Odessa.

Publicidade