Justiça decreta prisão temporária de fisiculturista que matou ex-namorada em NO

Lucas Ribeiro Ramos, de 22 anos, confessou ter matado a ex-namorada Sidmara Oliveira da Silva no último domingo, em Nova Odessa


A Justiça de Nova Odessa decretou nesta quarta-feira (07) a prisão temporária do fisiculturista Lucas Ribeiro Ramos, 22, que confessou ter assassinado a ex-namorada Sidmara Oliveira da Silva, de 25 anos, no último domingo (4). Indagado pela PM (Polícia Militar), o homem teria dito que não aceitava o fim do relacionamento e que ela “ameaçava” contar para a mãe dele que o fisiculturista pedia dinheiro para a vítima.

A defesa do fisiculturista admite que ele é réu confesso. Entretanto, afirma que as duas supostas motivações não foram citadas pelo homem em depoimento na Polícia Civil.

A prisão temporária foi solicitada pelo delegado Robson Gonçalves de Oliveira. A medida é válida por 30 dias e servirá para que a Polícia Civil conclua a investigação.

A PM (Polícia Militar) chegou até Lucas após o pai de Sidmara, que mora no Paraná, afirmar que ela havia relatado ameaças por parte dele há cerca de 40 dias. Diante da informação, os policiais chegaram à residência do rapaz e o encontraram na calçada, sentado.

Foto: Polícia Militar - Divulgação
Lucas Ribeiro Ramos não teria aceitado o fim do relacionamento

Ele disse que sabia da morte da ex-namorada, mas negou que estivesse relacionado ao crime num primeiro momento. No entanto, a mãe dele permitiu a entrada dos policiais na residência e o celular de Sidmara, que até então estava desaparecido, foi encontrado no local, o que fez com que Lucas admitisse o crime.

De acordo com o cabo da PM Sílvio Natal, que atendeu a ocorrência, Lucas disse que não aceitava o fim do relacionamento. Entretanto, outro fator também teria influenciado no crime.

Foto: Reprodução - Facebook
Sidmara foi encontrada em sua casa, com uma tolaha em volta do pescoço

“Falou que o motivo é que ele não aceitava o fim do relacionamento. E ela andou fazendo umas ameças. Na verdade, ela bancava ele e não aguentava mais. Ele andava pedindo mais dinheiro para ela, que dizia que ia falar para a mãe dele. Era a situação dessas ameças, mas o estopim mesmo foi o fim do relacionamento, que ele não aceitava”, disse o policial.

Defesa

De acordo com o advogado de defesa, Jean Carlos de Lima, apesar de ter confessado o crime, as informações sobre o fim do relacionamento e a situação financeira não constam no depoimento apresentado por seu cliente na Polícia Civil.

O LIBERAL questionou qual foi, então, a justificativa do crime. Porém, foi informado que a defesa não vai se manifestar em relação a isso até o término das investigações da polícia civil.

Foto: Reprodução - Facebook
Ex-namordo, assassino confesso, fez publicação no facebook lamentando a morte da ex-namorada

“Desde já o que a defesa adianta é que ele é réu confesso. Inclusive ele detalhou como aconteceu essa fatalidade. Muito cedo ainda para a gente adiantar alguma tese, qual vai ser a linha de defesa”, disse Lima.

Postagem

Ainda nesta quarta-feira, antes de ser preso, Lucas chegou a fazer uma postagem em sua página no Facebook, na qual lamentava a morte da ex-namorada e dizia sentir saudades, além de fazer várias declarações de amor.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora