Justiça de Nova Odessa determina interdição de casa de repouso

Segundo a juíza, a instituição não realizou adequações apontadas pelo Ministério Público


Foto: Reprodução - Google Street View.JPG
A empresa tem 15 dias para cumprir a decisão, sob pena de interdição coercitiva

A juíza da 1ª Vara Judicial de Nova Odessa, Juliana Brescansin Demarchi, determinou a interdição e suspensão das atividades da Instituição El Shaday Centro de Acolhimento. A decisão foi publicada nesta segunda-feira.

A empresa tem 15 dias para cumprir a decisão, sob pena de interdição coercitiva. Também deve apresentar em 48 horas a relação completa dos idosos acolhidos, com contatos dos respectivos familiares, sob pena de multa de R$ 10 mil por dia de atraso. A prefeitura foi notificada para auxiliar na transferência de idosos para suas famílias ou outras entidades.

Segundo a juíza, a instituição não realizou adequações apontadas pelo MP (Ministério Público). Entre as irregularidades, estão o número insuficiente de trabalhadores e o reaproveitamento de embalagens de produtos de limpeza para coleta de secreções.

O advogado da empresa, Marlon Bartolomei, foi procurado pelo LIBERAL e disse que ainda não havia sido informado da decisão.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora