Justiça aceita denúncia contra secretários de Nova Odessa

Eles são acusados de ajudar a desviar R$ 45.178,10 dos cofres públicos para custear parte do tratamento de saúde de amigo do prefeito Bill


A juíza da 2ª Vara Judicial de Nova Odessa, Michelli Vieira do Lago Ruesta Changman, aceitou a denúncia do MP (Ministério Público) contra dois secretários da prefeitura e dois ex-servidores que teriam agido junto com o prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB) para desviar R$ 45.178,10 dos cofres públicos e beneficiar o assessor de gabinete e amigo de infância do prefeito, Divair Moreira.

O caso é de 2015. De acordo com o MP, o ex-ordenador de despesas Heloiso Sergio Molina Parra autorizou a despesa como se tivesse sido em decorrência de uma ação judicial. Ele não trabalha mais na prefeitura.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Foto: Facebook / Reprodução
Justiça apura caso em que Bill teria beneficiado seu assessor de gabinete e amigo de infância Divair Moreira

Já o secretário de Governo Wagner Fausto Morais, sinalizou em documento que estava “de acordo” com a requisição de compras solicitada por Heloiso. A ex-tesoureira e atual secretária de Finanças e Planejamento, Mara Beatriz Albrecht Kilmeyers, estaria ciente das irregularidades e mesmo assim efetuou os pagamentos.

O ex-diretor jurídico Demetrius Adalberto Gomes, seria o responsável por apresentar o documento supostamente adulterado ao MP. Em decisão no dia 5 de fevereiro, a juíza Michelli dispensou a notificação para Demetrius e Heloiso apresentarem defesa preliminar porque ambos não trabalham mais na prefeitura. Já Wagner e Mara Beatriz terão prazo de 15 dias para apresentar defesa.

A prefeitura disse que os secretários Wagner e Mara ainda não foram notificados, mas reforçam que não “houve qualquer irregularidade no caso” e que veem a denúncia como “perseguição política”. “As medidas adotadas tiveram como único objetivo salvar a vida de um cidadão”, traz a nota.

Procurado, Demétrius disse que não comentaria a denúncia. O LIBERAL não conseguiu contato com Heloiso até a publicação desta matéria.

Bill é réu

A 11ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) aceitou a denúncia do Ministério Público contra o prefeito Bill no caso que apura desvio de dinheiro da prefeitura e uso de documento público adulterado para beneficiar seu assessor de gabinete e amigo de infância Divair Moreira. Em nota divulgada na ocasião, o prefeito voltou a afirmar que não houve “qualquer desvio de recursos”.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

Confira o episódio desta semana do podcast Além da Capa, que trata sobre a entrega do novo Pronto Socorro do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana. A missão deste episódio é explicar os 11 anos que se passaram entre o anúncio e a entrega da obra:

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora