22 de Maio de 2020 Atualizado 16:52

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Idoso de Nova Odessa está na UTI por causa do novo coronavírus

Cidade confirmou dois casos nesta sexta e um deles é um idoso de 69 anos, internado em Campinas em estado grave; secretário pediu conscientização da população sobre a Covid-19

Por Marina Zanaki

15 Maio 2020 às 16:36 • Última atualização 15 Maio 2020 às 16:40

A Prefeitura de Nova Odessa informou que um morador da cidade está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em estado grave, por conta do novo coronavírus (Covid-19).

Secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, pediu que a população se conscientize da importância do isolamento e outras medidas de prevenção e combate ao coronavírus – Foto: Talita Bristotti – O Liberal

O paciente é um homem de 69 anos, morador do Jardim Bela Vista, que está internado em um hospital de Campinas.

O resultado positivo de Covid-19 foi entregue pelo Instituto Adolfo Lutz nesta sexta-feira (15) à Vigilância Epidemiológica.

O município confirmou outro caso de coronavírus nesta sexta. O paciente é um homem de 31 anos, morador do Residencial Imigrantes.

Ele cumpre isolamento domiciliar e seu estado de saúde é bom. O resultado positivo é de um exame realizado em laboratório particular.

A cidade tem 19 casos positivos da doença, dos quais seis foram confirmados nesta semana.

“Nos preocupa bastante essa evolução dos casos em Nova Odessa. Nesta semana, pela primeira vez, nós registramos dois casos em um único dia e também só não registramos casos positivos na quinta-feira”, disse o secretário de Saúde, Vanderlei Cocato.

Duas pessoas morreram em decorrência da doença na cidade – um idoso de 76 anos, que morava em uma casa de repouso, e um comerciante de 52 anos, que morava no bairro Monte das Oliveiras.

“É um cenário que começa a se agravar e com mais pacientes precisando de leitos de UTI. Por isso, apelo mais uma vez para que a população se conscientize da gravidade desta pandemia que estamos enfrentando e cumpra o isolamento”, afirmou o secretário.